Notícias

Portugal é Vice-Campeão do Mundo Universitário de Futsal Feminino

A Seleção Nacional Universitária de Futsal Feminino perdeu por 3-1 frente ao Brasil.

 

Campeã em título, a seleção nacional universitária feminina não conseguiu, este domingo, a revalidação do troféu. Em Xangai, Portugal ainda esteve em vantagem perante o Brasil, mas acabou derrotado por 3-1, após prolongamento.

 

A equipa lusa, orientada por Ricardo Azevedo, adiantou-se em cima do minuto 12 da partida. Marta Teixeira roubou uma bola em zona adiantada, colocou no coração da área para Bárbara Gama encostar, mas foi a brasileira Luana Rodrigues, ao procurar antecipar-se, que colocou o esférico na própria baliza. O golo marcou a diferença entre as duas equipas em tempo de intervalo, com Portugal a colocar-se a 20 minutos de revalidar o título de 2022, quando venceu as brasileiras nas grandes penalidades.

 

No regresso dos balneários, o Brasil rapidamente chegou ao empate. Uma entrada forte das canarinhas resultou no golo de Bella, aos 23 minutos, na sequência de uma boa jogada de envolvimento. O tento madrugador levou o jogo para prolongamento, onde Bella voltou a aparecer bem cedo. Logo no primeiro minuto do tempo extra, a '7' brasileira rematou de fora da área para carimbar a reviravolta. Com o aproximar do final da partida, Portugal foi obrigado a apostar no 5x4+GR e foi aí que o Brasil desferiu o golpe final, aos 48', com uma bela execução de Amanda Oliveira.


Dois anos depois, Brasil e Portugal voltaram a discutir o título mundial universitário entre si. Desta feita, as brasileiras levaram melhor e recuperaram um troféu que fugia desde 2016.

 

 

Conhecidos os novos campeões do CNU de Tiro com Arco

O Estádio Nacional do Jamor foi o palco para o último CNU da época 2023/2024.

 

 

O Estádio Nacional do Jamor recebeu o Campeonato Nacional Universitário de Tiro com Arco, naquele que é o último CNU da época 2023/2024. A prova contou com 27 estudantes-atletas e 6 clubes FADU.

 

Destaque para Duarte Cattoni (Associação de Estudantes do Instituto Superior Técnico) ao vencer a prova de Recurvo Masculino, Rafael Estremoz (NOVA) que venceu o Compound Masculino, e também Catarina Quitério (NOVA) que venceu o Recurvo Feminino.

 

Presentes na cerimónia protocolar de entrega de troféus e medalhas, estiveram, o Presidente da Associação Desportiva do Ensino Superior de Lisboa, Edgar Almeida e o Coordenador do Gabinete de Atividade Física e Desporto da Universidade NOVA de Lisboa, Paulo Silva.

 

Este evento contou com a organização da FADU Portugal, e a Comissão Organizadora Local, a Associação Desportiva do Ensino Superior de Lisboa, a Universidade NOVA de Lisboa e a Federação Académica de Lisboa.

 

Poderá acompanhar toda a informação sobre o evento através das Redes Sociais FADU Portugal e em www.fadu.pt

 

Portugal cai nos Quartos de Final do Campeonato Mundial Universitário de Futsal 2024

Derrota por 4-1 para a Croácia termina sonho português da conquista do 'Mundial.'

 

A Seleção Nacional Universitária de Futsal Masculina de Portugal viu o seu sonho de conquistar o Campeonato Mundial Universitário de Futsal 2024 terminar nos quartos de final, após uma derrota por 4-1 frente à Croácia.

Num jogo onde os croatas foram mais eficazes, Portugal não conseguiu superar o adversário e despede-se agora do sonho de conquistar a competição.

Análise do Jogo

Em declarações após o jogo, o Selecionador José Luís Mendes fez a sua análise sobre a partida:

 

"Eu acho que o jogo tem duas partes distintas, apesar de na primeira parte nós também termos várias situações de finalização, mas sofremos dois golos de livre de 10 metros, mérito do marcador. Sexta e sétima falta. Sofremos um golo de canto em que abrimos espaço, não controlámos bem a nossa zona e sofremos o primeiro golo de um canto a nosso favor que deu transição para a equipa adversária. O nosso guarda-redes na primeira parte também acaba por não ter muito trabalho, três, quatro vezes, coisas normais.

 

Na segunda parte acho que só deu Portugal. Está bem que a Croácia acabou por gerir muito bem a diferença de golos que tinha. Nós logo no início, nos primeiros cinco minutos, temos três, quatro oportunidades muito boas para fazer gol. Aos dez minutos arriscámos de cinco para quatro. Também fomos criando algumas situações de finalização e boas situações para fazer gol. Não conseguimos e o resultado é este, 4-1 para a Croácia. Parabéns à Croácia porque foi muito mais eficaz do que nós e fez um jogo também de muita competência. Eu já tinha alertado que era uma equipa de bastante qualidade e que sabe muito bem aquilo que fazia no jogo, e nós vamos continuar a dignificar a camisola que temos vestida."

 

Na antevisão ao próximo jogo, José Luís Mendes comentou:

"Amanhã vamos ter mais um jogo que vamos querer ganhar e é esse o foco com que temos que estar até ao fim da competição: ganhar os dois jogos que faltam, para neste caso podermos fazer o quinto lugar. Não era o lugar que nós queríamos e penso que tínhamos qualidade para chegar um pouco mais além, mas há jogos que as coisas não nos caem tão bem ou não nos correm tão bem, e hoje penso que foi um deles."

Francisco D' Oliveira também analisou o jogo: "Sabíamos que ia ser difícil. O jogo contra uma equipa bastante física na primeira parte, que nos causou bastante dificuldades. Acho que na segunda parte entrámos com uma mentalidade diferente, sabendo que ia ser bastante difícil virar um resultado de 4-0, mas criámos várias oportunidades desde o início da segunda parte e infelizmente hoje a bola não entrou. E isso depois é o que faz a diferença. Podíamos ter ficado ali que a bola não entrava. Tínhamos que saber aproveitar as oportunidades que tivemos tanto na primeira parte, mas mais na segunda."

 

Em relação ao próximo jogo, Francisco afirmou: "Agora é pensar em amanhã. Tentarmos fazer o melhor resultado possível de forma a sairmos daqui com o quinto lugar."

Próximo Jogo

Portugal avança agora para disputar os jogos de classificação pelo quinto lugar. A equipa manterá o foco e a determinação para terminar a competição da melhor forma possível. Mesmo com a eliminação nos quartos de final, a Seleção Nacional Universitária de Futsal Masculina de Portugal mostrou grande espírito e qualidade ao longo do torneio.

 

Poderá acompanhar toda a informação sobre as Seleções Nacionais Universitárias através das Redes Sociais FADU Portugal e em www.fadu.pt.

Portugal defronta China nas 'meias' do Campeonato Mundial Universitário de Futsal Feminino 2024

Ricardo Azevedo e Beatriz Vicente fizeram a antevisão do confronto com a equipa anfitriã.

 

 

Após uma fase de grupos dominante, a Seleção Nacional Universitária de Futsal Feminino de Portugal prepara-se para enfrentar a equipa da casa, a China, nas meias-finais do Campeonato Mundial Universitário de Futsal Feminino 2024, em Xangai. O jogo está marcado para amanhã, dia 14 de junho, às 7h00 (horário português).

Revisão da Campanha na Fase de Grupos

Portugal começou a sua campanha com uma vitória expressiva por 5-1 contra a Polónia, demonstrando a sua superioridade e capacidade ofensiva. Seguiu-se uma goleada de 7-0 sobre a Nova Zelândia, onde Beatriz Sanheiro brilhou com quatro golos. Estas vitórias garantiram a Portugal o primeiro lugar do Grupo B e a qualificação para as meias-finais.

O Adversário: China

A China conquistou o segundo lugar do Grupo A, com 6 pontos, ficando atrás do Brasil, que também somou 6 pontos. Durante a fase de grupos, a equipa chinesa marcou 4 golos e sofreu 5, mostrando ser uma equipa sólida e competitiva.

Declarações de Antevisão

Selecionador Nacional Universitário, Ricardo Azevedo:

Sobre as exibições da equipa até agora: "Sim, este processo não começou só em Viseu. Este processo começa na ligação que existe entre a Federação Portuguesa de Futebol e a Federação Académica do Desporto Universitário e, portanto, é um trabalho já de uma época, embora obviamente faseado entre estágios. A evolução tem sido positiva e isso tem-se demonstrado também dentro de campo. Portanto, estamos contentes com o processo, mas ainda há coisas para melhorar e esse processo continua já no próximo jogo."

 

Sobre o adversário, China: "A China é uma equipa muito competente que nos vai causar muitas dificuldades. A China e o Japão são equipas muito competentes. Só quem não acompanha o futsal feminino é que não tem noção disso. Portanto, não me surpreende que a China tenha conseguido alcançar a passagem a esta fase. Elas têm evoluído, têm trabalhado, e fruto disso fez com que elas estivessem nesta fase com todo o mérito. Elas são uma equipa muito bem organizada, jogam muito tempo com o guarda-redes subido, o que nos vai causar dificuldades que ainda não tivemos até ao momento. Se não estivermos 100% concentrados e a saber cada um o que tem de fazer, vai ser muito complicado."

 

Sobre o fator casa a favor das chinesas: "O público ajuda, isso aí não vamos negar. Elas terão essa motivação extra, mas nós estamos cá para defrontá-las com a nossa maior autoridade e competitividade, e dignificar o futsal feminino e o futsal universitário em particular."

Beatriz Vicente, Atleta:

Sobre o adversário, China: "Sem dúvida que a China é uma equipa muito preponderante naquilo que faz e muito efetiva naquilo que faz. Vamos abordar o nosso jogo com a nossa identidade, manter os nossos princípios de jogo, e certamente vamos encarar um jogo difícil, mas olhos nos olhos. No final, o que nos interessa é a passagem à próxima fase e seguirmos vitoriosas nesta competição."

 

Sobre defrontar a China em frente aos adeptos chineses: "Sem dúvida que jogar em casa e ter um apoio na bancada cheia faz muita diferença, mas o que conta é quem joga lá dentro. Tudo o que fizermos e tudo o que conta para alcançarmos a vitória é tudo o que fazemos lá dentro. Portanto, vamos tentar eliminar esse fator e focar-nos apenas naquilo que é o nosso jogo e naquilo que temos para fazer."

Outra Meia-Final: Brasil vs. Nova Zelândia

A outra meia-final opõe o Brasil à Nova Zelândia, num jogo que se realizará às 04h45 (horário português). Portugal aguarda o desfecho deste confronto para saber quem poderá encontrar na final, caso consiga superar a China.

 

Com uma campanha sólida e confiante, a seleção portuguesa está determinada a continuar o seu caminho rumo à defesa do título de campeã mundial universitária.

 

O Mundial Universitário é transmitido em direto em www.fisu.tv e em diferido no Canal 11. Poderá acompanhar toda a informação sobre as Seleções Nacionais Universitárias através das Redes Sociais FADU Portugal e em www.fadu.pt.

Fases Finais Coimbra 2025 em preparação

Maior evento multidesportivo nacional irá realizar-se na cidade dos estudantes em 2025.

 

 

Decorreu esta terça-feira a primeira visita técnica por parte da FADU Portugal, tendo em conta a preparação das Fases Finais dos Campeonatos Nacionais Universitários Coimbra 2025.

 

Ao longo do dia, a comitiva representativa da FADU Portugal teve a oportunidade de visitar o conjunto de instalações desportivas e logísticas propostas pela Comissão Organizadora Local, a Associação Académica de Coimbra (AAC), bem como reunir com os principais parceiros de realização do evento, nomeadamente a Universidade de Coimbra e a Câmara Municipal de Coimbra, abordando tópicos inerentes ao processo organizativo da competição.

 

A representar a FADU Portugal esteve o Presidente Ricardo Nora, a Vice-Presidente para a área Nacional, Beatriz Leandro, o Vice-Presidente para a área dos Grandes Eventos, Diogo Salgado Braz, o Secretário-Geral, Arménio Coelho e o Diretor Desportivo Nacional, Cédric Vieira. Por parte da AAC marcaram presença o Presidente Renato Daniel, o Vice-Presidente Diogo Lopes e o Vogal do Desporto Universitário, Fábio Pimentel.

 

Serão duas semanas de competição, reunindo cerca de 1500 estudantes-atletas e oficiais inerentes aos clubes FADU, englobando as modalidades de futebol de 11 (masculino), futsal (feminino e masculino), voleibol (feminino e masculino), andebol (feminino e masculino) e basquetebol (feminino e masculino).

 

De recordar que a cidade de Coimbra será a cidade anfitriã das Fases Finais dos Campeonatos Nacionais Universitários 2025, fruto de uma candidatura apresentada pela Direção Geral da Associação Académica de Coimbra para receber o evento. Trata-se de um regresso da competição à cidade dos estudantes, depois da realização das Fases Finais em Coimbra nos anos 2011 e 2017.

Portugal avança para as meias-finais com goleada sobre a Nova Zelândia

Está assim garantido o primeiro lugar do grupo B. Meias Finais jogam-se no próximo dia 14 de junho.

 

 

Na segunda jornada da fase de grupos do Campeonato Mundial Universitário de Futsal Feminino 2024, Portugal demonstrou uma performance avassaladora ao vencer a Nova Zelândia por 7-0, garantindo assim o primeiro lugar do Grupo B, com 6 pontos, e avançando para as meias-finais da competição.

Destaques do Jogo

Beatriz Sanheiro foi a estrela do encontro, marcando quatro golos (poker) e liderando a ofensiva portuguesa. Carolina Pedreira contribuiu com dois golos, enquanto Ana Catarina Ribeiro também deixou a sua marca no marcador com um golo.

Declarações Pós-Jogo

Treinador Nacional, Luís Conceição:

"Era um adversário que nós já conhecíamos do ano passado, e mais ou menos foi dentro daquilo que encontrámos. Já era aquilo que nós estávamos à espera: uma defesa baixa, com linhas muito próximas. Sabíamos que íamos ter muita posse de bola e tínhamos que ter paciência na construção do nosso jogo ofensivo, porque as oportunidades iam surgir. Elas fisicamente procuram muito o contato, e tínhamos que conseguir tirar vantagem disso. Também era importante a definição dos esquemas táticos, e foi isso que tentámos aproveitar. Melhorámos depois na segunda parte, começámos a jogar com mais espaço, a ver as vantagens, a decidir melhor, a não parar tanto a bola, e as coisas assim tornam-se mais fáceis e conseguimos encontrar os caminhos para marcar. São duas vitórias importantes."

 

Em antevisão ao próximo jogo, a meia-final, acrescentou ainda: "Agora vamos descansar durante dois dias, treinamos amanhã e depois também, e preparamos o jogo da meia-final. Ainda não sabemos o adversário, só ficamos a saber depois da jornada de amanhã. Vamos focar-nos em nós próprios e, quando soubermos o adversário, ajustamos algumas coisas no treino depois de quinta-feira."

Beatriz Sanheiro:

"Foram dois jogos bem conseguidos da nossa parte. Estudámos bem o adversário, fizemos as coisas bem feitas e fomos superiores, e os resultados são o espelho disso."

 

Próximos Passos

Portugal terá dois dias de descanso e voltará à ação nas meias-finais no dia 14 de junho, com o adversário ainda a definir. Esta vitória coloca a seleção nacional numa posição forte para continuar a sua campanha e defender o título de campeã mundial universitária.

A equipa portuguesa mostra-se confiante e determinada a manter o alto nível de desempenho enquanto avança na competição, mantendo vivo o sonho de repetir o sucesso da última edição.

 

 O Mundial Universitário é transmitido em direto em www.fisu.tv e em diferido no Canal 11. Poderá acompanhar toda a informação sobre as Seleções Nacionais Universitárias através das Redes Sociais FADU Portugal e em www.fadu.pt.

FADU Portugal e Munícipio de Montemor-o-Velho em preparação para o Mundial Universitário de Canoagem

A primeira reunião preparatória da competição teve lugar esta quinta-feira, dia 13 de junho no Centro Náutico de Montemor-o-Velho. Competição decorre de 21 a 24 de agosto de 2024.

 

 

De 21 a 24 de agosto, o Centro Náutico de Montemor-o-Velho vai acolher o Campeonato Mundial Universitário de Canoagem da FISU. A primeira reunião preparatória da competição teve lugar esta quinta-feira, dia 13 de junho, e contou com a participação da Federação Académica do Desporto Universitário, enquanto organizador do evento, e também do Município de Montemor-o-Velho.

 

Na sessão estiveram presentes Ricardo Nora e Diogo Salgado Braz, presidente e vice-presidente da FADU Portugal, respetivamente, bem como o secretário-geral da instituição, Arménio Coelho, e ainda colaboradores e dirigentes do Município de Montemor-o-Velho.

 

O vice-presidente da Câmara Municipal e responsável pelo pelouro do desporto, Décio Matias, mostrou-se satisfeito por “uma vez mais Montemor-o-Velho e o Centro Náutico serem a casa de uma prova de elite que vai reunir cerca de 300 canoístas de vários pontos do mundo”, acrescentando que “o Município está empenhado para que atletas e público tenham uma experiência memorável num local de excelência”.

 

O Campeonato Mundial Universitário de Canoagem promete ser uma verdadeira festa das nações e conta com a parceria da Associação Académica de Coimbra, da Federação Portuguesa de Canoagem e o apoio do Município de Montemor-o-Velho.

 

Recorde-se que recentemente o Centro Náutico foi palco do Campeonato Nacional Universitário de Remo (5 de maio) e do Campeonato Nacional Universitário de Canoagem (18 de maio).

 

Poderá encontrar todas as informações sobre o evento através do site oficial em: https://canoesports2024.fisu-events.com/

U. Porto conquista o coletivo no CNU de Karting

O ouro conquistado por Anabela Teles, o bronze de Joana Coelho e a prata de Tomás Xavier contribuíram para a Universidade do Porto conquistar o troféu.

 

 

O Campeonato Nacional Universitário de Karting foi até ao Kartódromo Cabo Do Mundo, em Matosinhos, para mais de uma edição da prova onde participaram 35 estudantes-atletas, oriundos de 14 clubes FADU distintos. O destaque do dia vai para a conquista do troféu coletivo por parte da Universidade do Porto.

 

 

Na prova feminina, destaque para a conquista do primeiro lugar para Anabela Teles da Universidade do Porto, ao realizar a melhor volta com a marca de 55.141 no Kart número 5. O pódio ficou completo com Beatriz Trincadeiro do Politécnico de Leiria (56.610) e Joana Coelho da Universidade do Porto (57.055).

 

Já na prova masculina, o ouro foi conquistado por Diogo Pinto, da Associação de Estudantes do Instituto Superior de Engenharia do Porto. com uma marca de 54.242 como a sua melhor volta no Kart número 13. Tomás Xavier - U.Porto (54.332) e Gabriel Caçoilo - P. Leiria (54.793) completaram as restantes posições no pódio.

 

Presentes na cerimónia protocolar de entrega de troféus e medalhas, estiveram, o Presidente da FADU Portugal, Ricardo Nora, o Presidente da Associação de Estudantes do Instituto Superior de Engenharia do Porto, Rodrigo Portela e o Vice-Presidente da FADU Portugal, Carlos Santos.

 

O Campeonato Nacional Universitário de Karting contou com a organização da FADU Portugal e a coorganização da COL, a Associação de Estudantes do Instituto Superior de Engenharia do Porto.


Poderá acompanhar toda a informação sobre o evento através das Redes Sociais FADU Portugal e em www.fadu.pt

Histórico! Portugal vence China e está de novo na final do 'Mundial Universitário' Feminino

As portuguesas venceram a equipa da casa por 3x1 assegurando a passagem à final. Segue-se o Brasil, repetindo-se assim a final de 2022 em Braga.

 

 

 A Seleção Nacional Universitária de Futsal Feminino de Portugal continua a sua caminhada vitoriosa no Campeonato Mundial Universitário de Futsal Feminino 2024 ao vencer a China por 3-1 nas meias-finais. Bárbara Gama brilhou com dois golos e Catarina Lopes completou o marcador, garantindo a passagem de Portugal à final.

O Jogo

Portugal enfrentou uma China determinada e bem organizada, num jogo que se revelou exigente. Bárbara Gama abriu o marcador, ampliando a vantagem com um segundo golo. Catarina Lopes também contribuiu, selando o resultado em 3-1. A equipa chinesa, apesar de manter a posse de bola durante grande parte do jogo e utilizar a guarda-redes subida, não conseguiu ultrapassar a sólida defesa portuguesa.

Declarações Pós-Jogo

Selecionador Nacional Universitário, Ricardo Azevedo:

"Sabíamos que a China ia ser uma equipa muito complicada, principalmente porque nos ia pôr a jogar de uma forma que nós não estamos habituados a jogar tanto tempo. Não estamos habituados a jogar contra outras seleções que passam tanto tempo com a guarda-redes subida ou tanto tempo com a guarda-redes avançada. Se nós prepararmos isso bem, acho que conseguimos condicionar. No geral, elas tiveram bola, mas não criaram muitas situações de perigo. Criaram algumas e nós vamos tentar anular isso."

 

Sobre a necessidade de melhorar a ofensiva, acrescentou: "Faltou-nos ter um bocadinho mais de paciência com a bola e passar no tempo certo. Às vezes tínhamos o espaço e não jogávamos, outras vezes o espaço já lá não estava e estávamos a tentar jogar. Portanto, ofensivamente temos que melhorar um bocadinho."

 

Em antevisão à final contra o Brasil: "Agora a final com o Brasil, sabemos que vai ser um jogo muito equilibrado, de certeza que também muito competitivo, mas nós estamos cá para nos preparar e dar o melhor por Portugal, pela FADU e pelo futsal feminino."

Bárbara Gama:

"Sabíamos que o jogo ia ser mais complicado, porque a China tinha uma equipa mais completa e com melhor qualidade que as equipas que apanhámos na fase de grupos e fez uma grande fase de grupos também. Nós preparámos bem o jogo e sabíamos que éramos capazes de encarar este desafio com seriedade e rigor. As duas equipas tiveram algumas oportunidades, mas nós fomos superiores. Passámos grande parte a defender 5 para 4, mas defendemos bem e conseguimos recuperar a bola e mantê-la na nossa posse."

 

Sobre a final contra o Brasil, Gama comentou: "Em relação ao jogo de domingo, eu sinto que a equipa está confiante e muito unida. Esta meia-final foi um excelente teste, mas já estamos a pensar em preparar o jogo da final. O Brasil tem uma equipa com muita qualidade, portanto sabemos que não vai ser fácil. Porém, vamos dar tudo e vamos estar à altura, porque somos feitas de Portugal."

Próximo Desafio

Portugal enfrentará o Brasil na grande final, que se realizará no dia 16 de junho, pelas 7:00 da manhã (horário português). O jogo será transmitido no Canal 11 e na FISUtv. O Brasil garantiu a sua vaga na final após uma vitória contundente por 8-0 sobre a Nova Zelândia.

 

Com uma trajetória impressionante até agora, a Seleção Nacional está focada e determinada a trazer o título de campeã mundial universitária de volta para casa.

 

Poderá acompanhar toda a informação sobre as Seleções Nacionais Universitárias através das Redes Sociais FADU Portugal e em www.fadu.pt.

 

 

Portugal pronto para o embate com a Croácia nos quartos de final do Mundial Universitário

A Seleção Nacional Universitária está determinada a continuar o seu percurso vitorioso.  O Selecionador, José Luís Mendes e Rafael Freire fizeram a antevisão à partida de amanhã.

 

 

Após uma fase de grupos impressionante, a Seleção Nacional Universitária de Futsal Masculina de Portugal está preparada para enfrentar a Croácia nos quartos de final do Campeonato Mundial Universitário de Futsal 2024. O confronto decisivo acontecerá no dia 14 de junho, pelas 9h15 portuguesas, com transmissão em direto no Canal 11 e em www.fisu.tv

Campanha na Fase de Grupos

Portugal dominou o Grupo B com vitórias convincentes:

  1. Portugal 8-3 Marrocos: Na estreia, a equipa portuguesa mostrou a sua força ofensiva, com destaque para Diogo Furtado, autor de quatro dos oito golos portugueses.
  2. Portugal 65-0 Emirados Árabes Unidos: Numa exibição histórica, Portugal estabeleceu três novos recordes, incluindo a maior goleada da história da competição.
  3. Portugal 9-0 Hong Kong: No último jogo da fase de grupos, Francisco D'Oliveira destacou-se com um hat-trick, no jogo onde Portugal garantiu a liderança do grupo B.

Declarações de Antevisão aos Quartos de Final

José Luís Mendes

José Luís Mendes, o Selecionador Nacional Universitário, refletiu sobre o favoritismo de Portugal: "Se somos favoritos, não sei. Temos trabalhado para ser uma equipa consistente, organizada e que jogue bom futsal. Se conseguirmos que isso aconteça, estamos sempre mais perto de ganhar. A fase de grupos foi o que foi. O nosso balanço dilatado de gols tem muito a ver com aquele segundo jogo com os Emirados Árabes Unidos, em que a diferença entre as duas equipas era abismal.

Agora vamos entrar na fase a eliminar, que é a fase decisiva da competição. Vamos enfrentar uma Croácia, que é muito forte, uma equipa muito bem organizada, com bons princípios de jogo e atletas fisicamente muito bem constituídos. Vai ser um jogo equilibrado em que qualquer equipa pode vencer."

Sobre as fragilidades defensivas da Croácia (um adversário que marca bastantes golos, mas também demonstra fragilidades defensivas, com 13 golos sofridos em três jogos), Mendes comentou: "O resultado pode indicar fragilidades defensivas, mas ao analisar os jogos, percebemos que a Croácia foi algo infeliz no jogo com a Ucrânia. Eles foram fortíssimos e a Croácia acabou por estar a perder por 8-0 ao intervalo, o que não espelha a verdadeira diferença entre as equipas. Amanhã, ambas as equipas vão querer ganhar, e com certeza que será um jogo bastante difícil."

Rafael Freire

O atleta abordou a recente forma da equipa: "A equipa encontra-se bem, confiante. Temos trabalhado jogo a jogo, treino a treino. Os resultados na fase de grupos foram bons, mas agora é uma fase a eliminar, por isso será muito mais difícil."

Ao antecipar o próximo adversário, Freire afirmou: "Esperamos uma Croácia forte, um jogo bem disputado. Eles são muito fortes fisicamente, então temos que entrar bem no jogo para mostrar a nossa posição desde o início."

Quando questionado sobre o possível favoritismo de Portugal na competição, Freire respondeu: "Todos os que passaram à próxima fase são adversários a ter em consideração. Se passaram da fase de grupos, têm os seus valores. Temos que ter cuidado com todas as equipas e pensar jogo a jogo, que é o mais importante."

 

Com três vitórias em três jogos e um recorde de gols impressionante, a seleção portuguesa está determinada a continuar a sua caminhada vitoriosa e alcançar o topo do Mundial Universitário de Futsal 2024.

 

Portugal, caso se qualifique para as meias-finais, irá defrontar o vencedor do jogo entre a Ucrânia e Marrocos, no dia 15 de junho.

Os restantes jogos dos oitavos de final

França x Croácia

Brasil x Arábia Saudita 

Ucrânia x Marrocos

 

O Mundial Universitário é transmitido em direto em www.fisu.tv e em diferido no Canal 11. Poderá acompanhar toda a informação sobre as Seleções Nacionais Universitárias através das Redes Sociais FADU Portugal e em www.fadu.pt.

Portugal vence Hong Kong e avança como líder invicto do grupo B para os 'Quartos'

É o pleno na fase de grupos para Portugal após a vitória por 0-9. Segue-se a Croácia nos 'quartos' que se jogarão no próximo dia 14 de junho.

 

A Seleção Nacional Universitária de Futsal Masculina de Portugal continua a sua trajetória vitoriosa no Campeonato Mundial Universitário de Futsal 2024, ao derrotar a seleção de Hong Kong por 9-0 no último jogo da fase de grupos. Com esta vitória, Portugal confirma o primeiro lugar do Grupo B, somando 9 pontos em três jogos.

Golos e Destaques

Francisco D'Oliveira foi o destaque da partida, marcando três golos e protagonizando um hat-trick. Raul Moreira acrescentou dois golos, enquanto Diogo Furtado, Henrique Rodrigues, Ricardo Marques e Rodrigo Lemos contribuíram com um golo cada.

Análise do Jogo

Pedro Cary, treinador nacional, fez uma análise detalhada da partida: "Sabíamos da dificuldade do jogo, mas também sabíamos que, se fizéssemos as coisas treinadas, seria um jogo em que Hong Kong teria muitas dificuldades. E foi isso que aconteceu. A primeira parte de Portugal esteve muito bem, fez o resultado que acaba por quase finalizar o jogo. Temos que pensar também mais além e isso foi o que aconteceu. A primeira parte foi muito produtiva de Portugal e a segunda parte foi gerir esforço. Gerir esforço porque sabemos onde queremos chegar e queríamos estar no jogo, mas ao mesmo tempo descansar e poupar energias para o que aí vem nos quartos de final."

Preparação para os Quartos de Final

Em relação ao adversário nos quartos de final, Cary destacou: "Não queremos ficar pelos quartos de final, queremos chegar bem longe nesta competição. Sabemos que iremos defrontar a Croácia, uma equipa forte fisicamente, e já nos estamos a preparar para isso. É uma equipa que conhecemos ao longo deste torneio, com qualidade, mas acreditamos que, se formos Portugal, como temos feito até agora, iremos passar."

Manuel Campos também fez a sua análise ao jogo: "Tivemos uma primeira parte muito forte. Entrámos de uma maneira muito forte, queríamos garantir logo desde cedo o primeiro lugar no grupo. Depois, com um 8-0 ao intervalo, a segunda parte foi muito mais tranquila. Poupámos-nos um bocadinho. Sabemos que são muitos jogos em poucos dias. Poupámos, tivemos posse de bola, fizemos Hong Kong correr e foi uma questão de gestão até o final do jogo."

Campos acrescentou sobre a preparação para os quartos de final: "Vamos continuar a tentar sempre impor um jogo muito físico, muito intenso, e as nossas características vão ser pôr a bola a andar. Sermos inteligentes e tirar o melhor partido das nossas qualidades."

Próximo Desafio

Portugal avança agora para os quartos de final, onde enfrentará a seleção da Croácia. O jogo está marcado para a próxima sexta-feira, dia 14 de junho, e será um teste importante para as aspirações de Portugal no torneio. Com três vitórias em três jogos e um recorde de gols impressionante, a seleção portuguesa está determinada a continuar a sua caminhada vitoriosa e alcançar o topo do Mundial Universitário de Futsal 2024.

Retrospectiva da Fase de Grupos

Portugal iniciou a sua campanha com uma vitória convincente sobre Marrocos por 8-3, seguida de uma histórica goleada de 65-0 contra os Emirados Árabes Unidos, estabelecendo novos recordes. A vitória final sobre Hong Kong por 9-0 consolidou a liderança do grupo e demonstrou a consistência e a força da equipa.

Com uma performance sólida na fase de grupos, Portugal está bem posicionado para enfrentar os desafios das fases eliminatórias, com o objetivo claro de lutar pelo título e trazer uma medalha para casa.



O Mundial Universitário é transmitido em direto em www.fisu.tv e em diferido no Canal 11. Poderá acompanhar toda a informação sobre as Seleções Nacionais Universitárias através das Redes Sociais FADU Portugal e em www.fadu.pt.

Portugal conquista vitória absolutamente histórica contra Emirados Árabes Unidos

Uma vitória histórica que valeu mais do que três pontos. A Seleção Nacional Universitária estabeleceu três novos recordes, entre eles a maior goleada portuguesa de sempre na modalidade.

 

 

A Seleção Nacional Universitária de Futsal Masculina de Portugal protagonizou uma exibição avassaladora na 2ª jornada da Fase de Grupos (Grupo B) do Campeonato Mundial Universitário de Futsal 2024, ao derrotar a seleção dos Emirados Árabes Unidos por um impressionante 65-0. Este resultado não só garantiu a qualificação para a próxima fase da competição, como também estabeleceu novos recordes.

 

Golos e Destaques

Rodrigo Lemos e Samuel Marques foram os grandes destaques da partida, cada um marcando 9 golos. Rui Moreira contribuiu com 7 golos, enquanto Diogo Furtado, Francisco D'Oliveira, Rafael Freire e Raul Moreira marcaram 6 golos cada. Gonçalo Cardoso e Ricardo Marques anotaram 5 golos cada, Henrique Rodrigues fez 3 golos e Manuel Campos fechou a goleada com 2 golos.

 

Recordes Estabelecidos

  1. Maior goleada na história da competição;
  2. 2ª maior goleada no Guinness World Records;
  3. Maior vitória portuguesa na história da modalidade.

Declarações Pós-Jogo

O treinador Euclides Vaz "Bebé", analisou o jogo e o resultado volumoso: "Bem, o jogo não tem história. Um resultado como este não tem história. Fomos dominadores do princípio ao fim. Acho que os pontos positivos a realçar são que os jogadores foram todos sérios, respeitaram muito a seleção dos Emirados Árabes Unidos e por isso é que o resultado foi o que foi. Estamos contentes com isso."

 

Bebé também destacou a importância do próximo jogo: "Agora é focar no próximo jogo contra Hong Kong, porque é o que vai decidir quem vai ficar em primeiro lugar. Temos que ver aquilo que poderíamos ter feito melhor para não sofrermos nenhuma surpresa no jogo de amanhã."

 

Samuel Marques, um dos destaques da partida com 9 golos, também comentou: "Acho que, em relação ao jogo de hoje, fomos sérios e competentes. Pediram-nos para ser Portugal e para jogar no nosso melhor, e foi o que nós fizemos. Nunca baixámos o nosso nível. Tínhamos que alcançar o que fosse necessário, e foi o que fizemos."

 

Sobre o próximo desafio, Marques acrescentou: "Em relação ao jogo de amanhã, esperamos um jogo difícil. Não sabemos muito bem o que esperar. É uma equipa muito nova, Hong Kong. Ainda não nos conhecemos muito bem, mas vamos entrar claramente para ganhar os 3 pontos e terminar em primeiro do grupo invictos, mostrando que viemos aqui para conquistar algo, para ganhar uma medalha."

 

Próximo Jogo

Portugal defronta no último jogo da fase de grupos a seleção de Hong Kong, pelas 2h30 (Portugal) / 9h30 (China). O objetivo é terminar em primeiro lugar do grupo, mantendo a invencibilidade e a confiança para as fases eliminatórias do campeonato.

 

Com duas vitórias convincentes e a moral em alta, a Seleção Nacional Universitária de Futsal Masculina de Portugal continua a sua campanha no Mundial Universitário de Futsal 2024, demonstrando uma força ofensiva impressionante e uma defesa sólida. A próxima partida será decisiva para consolidar a liderança do grupo e preparar o caminho para a conquista do título.

 

 O Mundial Universitário é transmitido em direto em www.fisu.tv e em diferido no Canal 11. Poderá acompanhar toda a informação sobre as Seleções Nacionais Universitárias através das Redes Sociais FADU Portugal e em www.fadu.pt.

Apoios institucionais

      
IPDJ
                    

Patrocionador Principal

Jogos Santa Casa

Parceiros

EM VIAGEM
VISIT PORTUGAL

Membro

EUSA
COP
CPP
CDP
CNJ
FADU

 

Aveiro

Avenida Santa Joana, nº 67 e 69

3810-329, Aveiro

tel: (+351) 234 421 125

 

Lisboa

Avenida Professor Egas Moniz

Estádio Universitário de Lisboa, Pavilhão nº1

1600-190, Lisboa

tel: (+351) 217 818 160

 

e.mail: fadu@fadu.pt

 

 

Newsletters

Social

           

ptenfr

FADU - Todos os Direitos Reservados © 2015
Desenvolvido por Drop Agency

Este website utiliza cookies que permitem melhorar a sua navegação. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. O que são Cookies?