Notícias

FADU está em fase de recrutamento

 

A Federação Académica do Desporto Universitário está em fase de recrutamento para vagas no departamento do Desportivo Nacional e no gabinete Administrativo/Financeiro, ambos destinados a exercer funções na Casa do Estudante-Atleta da FADU, em Aveiro. Ter licenciatura é o grau de formação mínimo exigido. 

 

No caso da vaga para o departamento do Desportivo Nacional, pretende-se que a pessoa selecionada, além do grau de licenciada e com formação preferencial na área do desporto, tenha conhecimento do fenómeno desportivo e experiência na área da organização de eventos desportivos. Tendo em conta os inúmeros Campeonatos Nacionais Universitários e outros eventos que constam no calendário de cada época, a função exige ainda disponibilidade para deslocações e estadas nacionais e internacionais.

 

No que respeita à vaga na área Administrativo/Financeiro, o perfil pretendido terá de dar resposta nas áreas de contabilidade e institucional da FADU, ter conhecimento e formação na área financeira, ter boa capacidade de organização e planeamento, conhecimento de ferramentas do office e de gestão documental. 

 

O vencimento mensal ilíquido é de 1056 euros, com contrato de doze meses. As candidaturas para as duas vagas deverão ser submetidas até dia 31 de outubro, através do portal FADU. Consulta as condições de candidatura para o Departamento Desportivo Nacional (aqui) e as de acesso à vaga na área Administrativo/Financeiro (aqui). 

 

 

 

FADU dá o primeiro passo na criação da Casa do Estudante-Atleta em Aveiro

 A Federação Académica do Desporto Universitário (FADU) e a Universidade de Aveiro (UA), representadas pelo presidente André Reis e pelo reitor Paulo Jorge Ferreira, assinaram ao início da noite deste sábado um protocolo de cedência e cooperação, dando o primeiro passo na criação da Casa do Estudante-Atleta, localizada no centro da cidade de Aveiro.

 

 

O acordo, que refere a existência de ‘um interesse recíproco de aproximação e colaboração (…) no âmbito do desenvolvimento do desporto universitário no ensino superior’, visa levar a cabo projetos inovadores, definidos pela FADU como prioritários, sendo eles a criação de um Centro de Estudos do Desporto Universitário e de um Centro de Estágio das Seleções Nacionais Universitárias. A parceria, agora formalizada, abrange setores como o alojamento, a alimentação e a utilização de infraestruturas desportivas, quer na realização de competições nacionais e internacionais promovidas ou em parceria com a FADU, quer na preparação das Seleções Nacionais Universitárias.

 

Na perspetiva do presidente da FADU, André Reis, há muito que a federação pedia um espaço mais amplo e independente, que comporte novos projetos, considerando a criação da Casa do Estudante-Atleta ‘um acréscimo naquilo que será a vida da FADU, que precisa de fazer aumentar a sua estrutura para estar preparada para os próximos desafios’. Agradecendo ao reitor o seu importante papel neste processo, houve ainda espaço para um agradecimento especial. ‘Tenho de falar e agradecer ao professor Senos Matias porque foi também dele que partiu a ideia’. Antes da assinatura de protocolo, o reitor Paulo Jorge Ferreira falou aos presentes, deixando um elogio à atividade da FADU. ‘Não vou falar destes documentos ou do que significam, porque tenho de confessar a admiração que tenho pela FADU e realçar o gosto que tenho em os ter aqui. Não é só o que fazem e como o fazem, é sobretudo quem faz, porque a FADU é movida pela melhor força que temos no planeta, a força jovem’, disse.

 

A ocasião serviu também para apresentar o projeto Academia FADU, que visa valorizar o papel dos estudantes dirigentes e dos agentes envolvidos no desporto universitário através da sua formação, investir nos programas de financiamento que existem e promover o conhecimento e a inovação com a realização de estudos e trabalhos de investigação.

 

Estiveram presentes cerca de 50 pessoas, entre dirigentes e técnicos dos associados e clubes FADU, membros da reitoria da UA e dirigentes e colaboradores da estrutura profissional da FADU.

AAUBI festejou em casa o título de campeão

 

A Associação Académica da Universidade da Beira Interior (AAUBI) sagrou-se campeã nacional universitária no futsal masculino, após a vitória por 6-3 frente à Associação Académica da Universidade do Minho (AAUM). Completou o pódio, no terceiro lugar, a equipa do Instituto Politécnico de Coimbra.

 

No final do encontro o capitão, Gonçalo Pombo, falou do sabor desta vitória. ‘Há alguns anos que este título nos fugia, ficávamos com a prata e hoje conseguimos o título em casa, que era o que mais ambicionávamos’. Já o treinador, Félix Gregório, aproveitou a ocasião para elogiar os ubianos e a exibição das duas equipas. ‘Foi um grande jogo, qualquer uma das equipas merecia ganhar, mas felizmente fomos nós e parabéns ao Minho. Foi um grande jogo para o público, para a AAUBI e para a Covilhã’.

 

No voleibol feminino, passaram às meias-finais as equipas da Associação Académica da Universidade de Aveiro (AAUAv), da AAUBI, da AAUM e da Associação dos Estudantes do Instituto Superior Técnico (AEIST). As meias-finais disputam-se às 17h e 19h30, no pavilhão 1 da UBI. No masculino, vão disputar uma vaga na final as equipas da AAUAv e da Associação dos Estudantes da Faculdade de Ciências e Tecnologia (AEFCT), às 17 horas, e a AAUM frente à Universidade Nova de Lisboa, às 19h30, no pavilhão 2 da UBI.

 

No andebol masculino, passaram as equipas da AAUM, da Associação dos Estudantes da Faculdade de Motricidade Humana (AEFMH), da AAUAv e da Associação Académica da Universidade de Évora (AAUE). Os jogos estão marcados para as 17h e 19h30, no pavilhão de Valverde (Fundão).

 

A competição de basquetebol masculino, com as meias-finais marcadas para o pavilhão do CDC, oporá as equipas da AAUAv e do Instituto Politécnico de Castelo Branco (IPCB), e as equipas da Associação Académica de Coimbra (AAC) e da AAUM. Os jogos arrancam às 17 horas e 19h30, respetivamente.

Cartão branco já foi mostrado seis vezes

 

A FADU implementou, em parceria com o Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ) e inserida no Plano Nacional de Ética no Desporto (PNED), a utilização do cartão branco, nas Fases Finais dos Campeonatos Nacionais Universitários, em todas as modalidades. O cartão tem como objetivo valorizar o gesto positivo e de fairplay no jogo e funciona como mais uma ferramenta pedagógica que a FADU quer ver dinamizada nesta edição.

 

Até ao momento, o cartão branco foi mostrado seis vezes. Uma das estudantes-atletas a ver o seu gesto de fairplay reconhecido foi Rebeca Freitas, da Associação Académica da Universidade do Minho (AAUM), que no jogo de andebol contra a Associação Académica da Universidade de Évora (AAUE), ao ver que a adversária não tinha experiência, abdicou de defender para que ela rematasse.

 

Na competição de basquetebol feminino foram mostrados quatro cartões brancos, e foram merecedoras dessa distinção as jogadoras Maria Pereira (AAUE) no jogo frente à Associação de Estudantes do Iscte – Instituto Universitário de Lisboa (AEISCTE-IUL), Margarida Pita da Associação dos Estudantes do Instituto Superior Técnico (AEIST) frente à Federação Académica do Instituto Politécnico de Lisboa (FAIPL), Beatriz Vieira da Associação Académica da Universidade de Aveiro (AAUAv) no jogo contra a Associação dos Estudantes da Faculdade de Motricidade Humana (AEFMH) e Beatriz Filipe (AEFMH) no duelo frente à AAUM. Todas elas tiveram a iniciativa de corrigir juntos dos árbitros a posse de bola em favor da equipa adversária.

 

No rugby 7 masculino, a equipa da AAUM abdicou de um elemento, na sequência da lesão de um dos estudantes-atletas de Évora, que se lesionou e que teve de abandonar o jogo, repondo a igualdade no número de elementos a disputar o jogo. Ainda nesse dia, ainda que o gesto não tenha sido alvo de cartão branco, após o jogo, a equipa alentejana partilhou as medalhas de bronze com a equipa da AAUTAD, que ficou fora do pódio.

AEIST, à terceira foi de vez

 

A Associação dos Estudantes do Instituto Superior Técnico (AEIST) fez a festa na Beira Interior com a conquista do troféu de ouro do Campeonato Nacional Universitário de Futsal feminino. As lisboetas ganharam por 4-3, frente à equipa da Associação Académica da Universidade do Minho (AAUM). A capitã Catarina Barra marcou dois golos pela equipa do Técnico, Sofia Jesus e Marisa Amorim marcaram os restantes. Pelo Minho, Telma Pereira marcou e Marta Teixeira bisou.

 

O pódio do futsal feminino ficou completo com a equipa da Associação dos Estudantes da Faculdade Motricidade Humana (AEFMH), que venceu a equipa da Associação Académica da Universidade de Aveiro (AAUAv) por 7-0, no jogo de atribuição do terceiro lugar.

 

No futsal masculino arrancaram este sábado os jogos do futsal masculino, com encontros entre o Politécnico de Leiria e a AAUM (2-4), Associação dos Estudantes da Faculdade de Ciências de Lisboa (AEFCL) e a Associação Académica da Universidade da Beira Interior (AAUBI) cujo resultado foi de 0-4. Na parte da tarde, a Associação de Estudantes do Instituto Superior de Engenharia de Lisboa (AEISEL) venceu a Associação dos Estudantes da Faculdade de Ciências e Tecnologia (AEFCT) por 4-2 e o Instituto Politécnico de Coimbra (IPC) venceu a Associação Académica da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (AAUTAD) por 5-0.

 

No início de mais uma semana de competições estão reservadas emoções no rugby, onde se decidirá o pódio do Campeonato Nacional Universitário de Rugby 7. Os jogos serão disputados no campo 2 do Complexo Desportivo da Covilhã, a partir das 11 horas.

Minho e Aveiro discutem título nacional universitário de andebol

 

 

O calor aperta na Beira Interior e as primeiras grandes decisões aproximam-se. No terceiro dia de competição, no andebol feminino, o destaque foi para as equipas do Minho e de Aveiro, que somaram seis pontos cada. As duas equipas discutem o jogo do título às 19h30 desta quinta-feira, no pavilhão 1 da UBI.

 

No basquetebol feminino, ficou decidida passagem às meias-finais: a Associação Académica da Universidade do Minho (AAUM) passou em primeiro lugar com 5 pontos e a Associação dos Estudantes da Faculdade de Motricidade Humana (AEFMH) passou em segundo, com os mesmos 5 pontos, no grupo A. A diferença de pontos ditou a posição com que chegam às meias-finais, onde estarão também as equipas da Associação Académica da Universidade de Aveiro (AAUAv) e a Associação dos Estudantes do Instituto Superior Técnico (AEIST), apuradas no grupo B.

 

Também no futebol 11 masculino já se sabe quem carimbou passagem às meias-finais: AAUAv e Instituto Politécnico de Coimbra (IPC) no grupo A e AEIST e Associação Académica da Universidade de Évora (AAUE) no grupo B.

 

No futsal feminino, o destaque do dia foi a goleada da AAUAv frente à equipa da Associação dos Estudantes da Faculdade de Ciências e Tecnologia (AEFCT), 5-0 foi o resultado final. A AEFMH e a Associação Académica de Coimbra (AAC) ganharam os respetivos duelos e a equipa do Técnico empatou (2-2) com a equipa minhota.

P.Leiria, AEISCAP e FAP também assinalaram o DIDU com atividades

 

 

Em setembro celebra-se o desporto. Além de se assinalar o Dia Internacional do Desporto Universitário (DIDU) no dia 20, decretado pela UNESCO em 2016, é também assinalada a Semana Europeia do Desporto, de 23 a 30 de setembro. Em Portugal, várias academias juntaram-se à FADU e promoveram diversas iniciativas neste âmbito.

 

O Politécnico de Leiria (P. Leiria) levou a cabo o ‘III Politécnico de Leiria Active’, que contou no programa com aulas de pilates, taekwondo, tai-chi, tiro, esgrima, desporto adaptado e ainda um workshop de imagem corporal e bodyshaming (online e presencial), um bootcamp e uma aula do coração. A participação rondou as quatro centenas, entre estudantes e outros membros da comunidade académica. As atividades seguiram o mote ‘be active’, associado à Semana Europeia do Desporto promovida em Portugal pelo Instituto Português do Desporto e Juventude.

 

A Federação Académica do Porto (FAP) realizou a 30 de setembro a atividade ‘Plogging na Academia’, que contou com a colaboração do Politécnico do Porto e da Universidade do Porto. A iniciativa, que combina a atividade física com a recolha de lixo, decorreu num percurso entre o Passeio Alegre e o Castelo do Queijo, e juntou 30 estudantes. Ainda a norte, a Associação de Estudantes do Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto (AEISCAP), promoveu a décima edição da ‘Iscapadela Desportiva’, também ela enquadrada com o DIDU, e que proporcionou a prática de vários desportos e atividades, entre eles corfebol, voleibol, kickboxing, andebol e zumba. As atividades reuniram mais de nove dezenas de participantes.

 

Recorde-se que a FADU assinalou o DIDU com um evento-convívio, que incluiu um torneio de padel e experimentação de frisbee, em Aveiro, iniciativa que reuniu, durante dois dias, dirigentes e técnicos dos clubes e associados da FADU e onde foi apresentada a futura Casa do Estudante-Atleta.

Aveiro em todas, Minho quase, AAC procura defender o título no basquetebol

 

O penúltimo dia de competição revelou quem são os últimos candidatos a campeões nacionais universitários. Aveiro e Minho defrontam-se nas finais de voleibol (masculino e feminino) e de andebol masculino. Apenas no basquetebol masculino a final não opõe os suspeitos do costume nesta edição das Fases Finais, sendo a Associação Académica de Coimbra a lutar pelo ouro frente à equipa da Associação Académica da Universidade de Aveiro (AAUAv).

 

A Associação Académica da Universidade do Minho (AAUM) passou à final no andebol masculino, depois de vencer a Associação dos Estudantes da Faculdade de Motricidade Humana (AEFMH) por 41-18. Já a AAUAv passou no teste frente à Associação Académica da Universidade de Évora (AAUE), tendo ganho por 41-19.

 

A AAUAv passou ao jogo do título no voleibol masculino, ao vencer no pavilhão 2 da UBI a Associação dos Estudantes da Faculdade de Ciências e Tecnologia (AEFCT), por 3-0. Os minhotos venceram a Universidade Nova de Lisboa (3-0) e estão na luta pelo primeiro lugar, numa partida marcada para as 12h30 desta sexta-feira. Também no feminino as aveirenses estarão na luta pelo ouro, uma vez que superaram as estudantes-atletas da Associação dos Estudantes do Instituto Superior Técnico (AEIST), com um resultado que se fixou nos 3-1. Defrontam na final, às 10 horas, a equipa da AAUM, que venceu por 3-0 a equipa da Associação Académica da Universidade da Beira Interior (AAUBI).

 

No basquetebol masculino, Aveiro venceu à equipa de Castelo Branco (IPCBranco) e tem a final, frente à AAC, marcada para 17h30 desta sexta-feira. Os estudantes-atletas da cidade de Coimbra ganharam por 94-59 à AAUM.

 

De referir que até ao momento, a AAUAv soma dois títulos de campeã, no basquetebol feminino e no futebol 11, a AAUM soma um, no andebol feminino, a AEIST celebrou o ouro no futsal feminino, o Instituto Politécnico de Coimbra, no rugby 7, e a AAUBI no futsal masculino.

Ubianos e minhotos competem pelo título de campeões no futsal

 

As equipas de futsal masculino das Associações Académicas da Universidade da Beira Interior (AAUBI) e da Universidade do Minho (AAUM) são as finalistas do Campeonato Nacional Universitário de futsal, nesta edição de 2021. Devido à não comparência da Associação de Estudantes do Instituto Superior de Engenharia de Lisboa (AEISEL), o terceiro lugar já pertence ao Instituto Politécnico de Coimbra (IPC), equipa que perdeu (3-2) na meia-final frente à AAUBI.

 

Logo pela manhã, entraram em campo as equipas de basquetebol da Associação dos Estudantes da Faculdade de Ciências e Tecnologia (AEFCT) e da Associação Académica da Universidade de Aveiro (AAUAv), tendo os aveirenses ganho por 45-41, e ainda as equipas da AAUBI e AAUM, saindo vencedores (64-57) os minhotos. Na parte da tarde jogaram o Instituto Politécnico de Castelo Branco e a Universidade Nova de Lisboa (49 -46) e a Associação Académica de Coimbra (AAC) venceu contra a Associação de Estudantes do ISCTE- IUL (85-35).

 

No andebol masculino, em Valverde, a AAUM venceu a AEISCTE-IUL (19-15), num jogo em que o jogador minhoto Paulo Abreu viu cartão branco. Segundo a equipa de arbitragem, o estudante-atleta recebeu a distinção ‘por ajudar a dupla de arbitragem a não suspender um atleta adversário num contacto de jogo’. Ainda de manhã, a Associação Académica da Universidade de Évora (AAUE) venceu a AAUBI por 21-20. Durante a tarde, a AAC perdeu frente à AAUAv (19-26) e a Associação Académica da Faculdade de Direito de Lisboa (AAFDL) terminou o jogo com a Associação dos Estudantes da Faculdade Motricidade Humana com um 21-15 no marcador, a favor dos motricitários.

 

No grupo A do voleibol feminino a AAUM venceu a AEISCTE-IUL (2-0), a AAUAv venceu por 2 - 0 à Associação dos Estudantes da Faculdade de Ciências de Lisboa, e a AAUBI venceu a AEFCT (2-0). No masculino a equipa da AAUM venceu a equipa da AEFCT por 2-0, e a NOVA superou a AEISCTE-IUL (2-1), a AAUAv venceu a AAUBI por 2-0.

Politécnico de Coimbra levou o ouro no rugby 7

 

 

A equipa do Instituto Politécnico de Coimbra (IPC)sagrou-se campeã nacional universitária de rugby 7 este domingo, após ter vencido a Associação Académica da Universidade de Évora (AAUE) por 19-12, a Associação Académica da Universidade do Minho (AAUM) por 17-12 e a Associação Académica da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (AAUTAD) por 33-0. O Minho ficou com o segundo lugar e Évora ocupou o terceiro lugar do pódio.

 

‘Estamos muito satisfeitos, é um grupo de trabalho que merecia isto’ disse o treinador dos conimbricenses, no final da partida. Já o capitão, Fernando Neves, falou da sua estreia. ‘É o meu primeiro ano enquanto estudante universitário e há vários anos que o IPC não entrava nesta competição, é bom voltar e sermos campeões’.

 

Durante a manhã deste domingo, jogaram-se no Pavilhão Municipal do Fundão, as partidas do grupo A do futsal masculino, entre Associação dos Estudantes da Faculdade de Ciências de Lisboa e AAUM (1-6) e entre a Associação Académica da Universidade da Beira Interior e Politécnico de Leiria (6-3). Na parte da tarde entraram em ação as equipas do grupo B, com jogos entre a AAUTAD e a Associação de Estudantes do Instituto Superior de Engenharia de Lisboa, e entre o IPC e a Associação dos Estudantes da Faculdade de Ciências e Tecnologia, ambos com o resultado final de 2-2.

 

Esta segunda-feira estão previstos jogos da fase de grupos no andebol (M), no basquetebol (M), no voleibol (M e F) e no futsal (M).

Minhotas foram as primeiras a comemorar

 

A equipa de andebol feminino da Associação Académica da Universidade do Minho (AAUM) foi a primeira a levantar o troféu de campeã nacional universitária nestas Fases Finais de 2021. As minhotas venceram (34-24) à Associação Académica da Universidade de Aveiro (AAUAv). A Associação Académica da Universidade de Évora (AAUE) completou o pódio, depois de ter vencido a Associação Académica da Universidade da Beira Interior no jogo que decidia o 3º e 4º lugares.

 

No pavilhão 2 da UBI decorreram as meias-finais do basquetebol feminino, a Associação dos Estudantes do Instituto Superior Técnico (AEIST) venceu (78-74) a AAUM e passou à final. O jogo será frente à equipa da AAUAv, que ganhou à Associação de Estudantes da Faculdade de Motricidade Humana (AEFMH) por 93-40. A final está marcada para as 18 horas desta sexta-feira, no pavilhão 1 da UBI.

 

No futebol 11, os clubes finalistas repetem-se, uma vez que a AAUAv venceu na meia-final a AAUE, por 4-0, e a AEIST venceu o Instituto Politécnico de Coimbra (IPC), através das grandes penalidades (4-2), após ter empatado a zeros no tempo regulamentar. A partida decorrerá na Associação Desportiva da Estação (ADE) amanhã, às 19 horas.

 

Nesta quinta-feira, em que também se disputaram jogos da fase de grupos no futsal feminino, o destaque vai para a goleada da AAUM (7-1) frente às ubianas. Os jogos foram disputados na cidade do fundão.

Centenas de pessoas assistiram ao arranque oficial das Fases Finais 2021

 

 

O Complexo Desportivo da Covilhã foi palco da cerimónia de abertura das Fases Finais dos Campeonatos Nacionais Universitários, onde marcaram presença várias dezenas de estudantes-atletas, oficiais e representantes de várias entidades da região. Com apresentação de Zé Mágico, o evento teve ainda fogo de artifício, atuação dos grupos de bombos da Casa do Povo do Paúl e da Casa do Povo do Souto da Casa, juramento de fairplay e no final subiu ao palco o artista Fernando Daniel.

 

Inserida também nas festas municipais de S.Tiago, a cerimónia teve como anfitrião o presidente da Câmara Municipal da Covilhã, Vítor Pereia, que começou por referir que esta é ‘uma das maiores provas desportivas universitárias a nível nacional’ e por saudar o regresso dos campeonatos após o adiamento causado pela pandemia. ‘Só ganhamos quando damos as mãos’, sublinhou o vice-presidente da CM Fundão, Miguel Gavinhos, no seu discurso, referindo-se à sinergia entre todas as entidades envolvidas na organização do evento, reconhecendo que ‘o desporto foi das áreas mais afetadas durante a pandemia’.

 

Na cerimónia foi feito o juramento de fairplay, onde participaram uma estudante-atleta da equipa de voleibol da AAUBI, um representante dos árbitros e um adepto. A ocasião serviu ainda para apresentar o cartão branco, lançado nestas Fases Finais em parceria com o Plano Nacional de Ética no Desporto (PNED). A mostragem do cartão tem como objetivo valorizar o gesto positivo e de fair-play no jogo, uma ferramenta pedagógica que a FADU quer ver dinamizada nesta edição.

 

Na parte final seguiram-se os discursos do reitor da Universidade da Beira Interior, Mário Raposo, e do presidente da AAUBI, Ricardo Nora. ‘A Universidade da Beira Interior encara o desporto como uma atividade fundamental para o desenvolvimento do ser humano’, disse o reitor, que agradeceu a escolha da região para realizar o evento. Por outro lado, Ricardo Nora, aproveitou a ocasião para deixar uma mensagem a todos os envolvidos na organização. ‘Estou muito orgulhoso do exemplo que estamos a dar à nossa geração’ frisou. ‘Tenho a certeza de que conseguiremos ultrapassar todos os desafios que nos serão apresentados’, sublinhou ainda.

 

A fechar a cerimónia esteve o presidente da FADU, André Reis, que sublinhou a opção de realizar as competições universitárias, evitando ‘a perda de mais uma geração do ensino superior’ no que ao desporto diz respeito. André Reis falou ainda dos cuidados que a organização tem tido para passar um sentimento de segurança a todos os participantes, sublinhando a opção de testar todas as comitivas, oficiais e organização. Na sua lista de agradecimentos, dirigiu-se também ‘aos clubes que corajosamente estão a participar nas Fases Finais dos campeonatos nacionais universitários’, nesta edição de 2021.

 

Fernando Daniel atuou em seguida e o momento da noite deu-se quando o artista fez dueto com uma das estudantes-atletas de futsal da Associação Académica da Universidade de Coimbra.

 

De referir ainda que as competições arrancaram no início desta semana, nas cidades da Covilhã e Fundão, tendo já sido disputadas partidas nas modalidades de Futebol 11, basquetebol, futsal e andebol.

 

Apoios Institucionais

Governo Português
IPDJ

Patrocionador Principal

Jogos Santa Casa

Parceiros

COSMOS
CISION

Membro

FISU
EUSA
COP
CPP
CDP
CNJ
FADU

Avenida Professor Egas Moniz
Estádio Universitário de Lisboa, Pavilhão nº1
1600-190 - Lisboa

e: fadu@fadu.pt
t: (+351) 21 781 81 60
f: (+351) 21 781 81 61

Newsletters

Social

ptenfr

FADU - Todos os Direitos Reservados © 2015
Desenvolvido por Drop Agency

Este website utiliza cookies que permitem melhorar a sua navegação. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. O que são Cookies?