Notícias

DIDU 2022 comemorou-se na praia

 

No âmbito das comemorações do Dia Internacional do Desporto Universitário (DIDU) e da Semana Europeia do Desporto, a FADU juntou em Espinho cerca de meia centena de estudantes do ensino superior para participarem em atividades de praia.

 

Os participantes tiveram direito a um kit com a imagem desta edição do DIDU, que incluía o equipamento oficial das competições previstas para o dia. Fruto das condições adversas - o vento forte também marcou presença - o futebol de praia acabou por ser o desporto rei deste ano. No final do dia, houve jantar convívio entre todos os que marcaram presença, vindos de várias academias espalhadas de norte a sul do País. 

 

As atividades do DIDU, decretado pela UNESCO em 2016, contaram com o apoio da Câmara Municipal de Espinho e dos habituais parceiros, os Jogos Santa Casa, o Instituto Português do Desporto e Juventude e a Direção Geral do Ensino Superior.

Três medalhas para Portugal no primeiro dia do mundial de canoagem

 

A bandeira portuguesa foi içada por três vezes esta sexta-feira, no Campeonato Mundial Universitário de Canoagem, na Polónia. Portugal foi medalha de bronze em C1 200m por intermédio de Inês Penetra, Iago Bebiano, Rúben Boas, Gonçalo Gonçalves e Pedro Casinha conquistaram a prata nos K4 200m e Mafalda Germano, Sara Sotero, Inês Brandão e Inês Costa subiram ao terceiro lugar do pódio pela prestação na prova de K4 200m.

 

Ainda esta sexta-feira, competiu com as cores lusas Pedro Casinha, que se apurou para a final em K1 200m, Regina Oliveira que ficou em sexto lugar em K1 200m e em prova de C2 500m, Ricardo Coelho e Diogo Evangelista terminaram no sexto posto.

 

Este sábado competem: António Ribeiro na eliminatória de K1 1000m às 8 horas, Beatriz Lamas às 9h30 em C1 500m, Pedro Casinha às 09h45 em K1 200m, Ricardo Coelho e Diogo Evangelista às 10 horas em C2 200m, Inês Costa e Mafalda Germano às 10h10 em K2 200m, Rafael Oliveira e Iago Bebiano às 11 horas em K2 200m, Júlio Lopes às 11h10 em C1 200m, António Ribeiro novamente às 14h05 na eliminatória de K1 500m, e Inês Penetra e Beatriz Lama às 16h25 em C2 500m. Os horários estão conforme a hora em Portugal. As provas podem ser acompanhadas em direto no youtube.

Ricardo Coelho, as onze medalhas em CNU e a preparação para o mundial

 

A comitiva lusa que nos próximos dias estará em Bydgoszcz a representar Portugal no Campeonato Mundial Universitário de Canoagem já se encontra na Polónia. No lote de convocados está Ricardo Coelho, estudante-atleta de 23 anos que tem na ‘bagagem’ 11 medalhas em Campeonatos Nacionais Universitários, conquistadas pela Associação Académica da Universidade do Minho (AAUMinho).

 

Ricardo Coelho, é natural de Ponte de Lima – terra de Fernando Pimenta que enquanto estudante-atleta conquistou duas medalhas de ouro na Universáda de Kazan em 2013 - e frequenta o mestrado em Engenharia Eletrónica Industrial e Computadores na Universidade do Minho. Dos convocados para representar as cores nacionais na Polónia, Ricardo é o que soma mais medalhas. São 11 no total, conquistadas em cinco épocas de participações nas provas universitárias. Na época 16/17 foi medalha de bronze em C2 200m e 500m e C1 500m, em 17/18 alcançou o bronze em C2 500m, em 18/19 ficou novamente em terceiro em C1 e C2 500m. Em 20/21, após uma época sem prova devido à pandemia, voltou com vontade renovada e foi campeão nacional universitário em C1 e C2 500m e vice-campeão em C1 200m. Já esta época, em abril, conquistou o bronze em C1 e C2 500m.

 

Na antecâmara de representar pela primeira vez o País em provas universitárias, Ricardo falou das experiências enquanto estudante-atleta. ‘As minhas participações [nas provas da FADU] foram sempre um grande misto de sensações. Desde o meu primeiro ano que se realizaram após a taça de Portugal, então foi sempre uma mistura de alegria e cansaço. Alegria por serem provas em teoria mais descontraídas e onde os adversários de outros clubes passam a vestir a mesma camisola que nós, e cansaço pela quantidade de provas que fazemos em pouco tempo. Mas isso também torna os campeonatos universitários divertidos e desafiantes’, contou.

 

A preparação para o mundial universitário decorreu em Montemor-o-Velho nas últimas semanas, dias que serviram para limar arestas, sobretudo no que respeita a provas em dupla. ‘Estivemos em estágio para nos focarmos apenas no mundial e fazer alguns ajustes necessários. Vou fazer C2 com o Diogo Evangelista, e como somos de universidades diferentes nunca tivemos oportunidade de fazer provas juntos. Estes dias serviram para termos algum treino conjunto e melhorar a embarcação’.

 

O estágio de preparação para a maior competição universitária de canoagem decorreu de 29 de agosto a 9 de setembro, no Centro de Alto Rendimento, com o apoio da Federação Portuguesa de Canoagem. Apesar de a maioria dos atletas convocados ter já experiência em provas internacionais, esta será a primeira participação em contexto universitário. Rui Fernandes, treinador que acompanhou os trabalhos da comitiva lusa, fez um apanhado dos dias no CAR. ‘Este momento de concentração teve como propósito principal promover coesão nas várias tripulações, K4 e k2 feminino e C2 feminina e masculina, e acertar pormenores relativos a estratégias de competição', disse, abordando ainda os objetivos para a competição. 'As nossas expectativas passam sempre por tentar garantir presença nas regatas das medalhas e, nas finais, lutar pela melhor classificação possível. Tudo faremos para dignificar as cores nacionais’.

 

Portugal chega à Polónia com algum histórico na bagagem, sobretudo pelo ano de 2016, em que a competição da FISU se realizou em Montemor-o-Velho. Nesse ano, Portugal arrecadou oito medalhas: duas de ouro, cinco de prata e uma de bronze. Em 2018, no mundial de Szolnok (Hungria), última edição realizada, o sexto posto foi a melhor classificação obtida. Ricardo Coelho sabe do percurso que Portugal tem trilhado lá fora, na modalidade, é sóbrio quanto a objetivos traçados e não destoa das palavras do treinador, Rui Fernandes. ‘O nosso principal objetivo é alcançar as finais e depois disso é dar o máximo para obter a melhor classificação possível’, sublinhou.

 

Dezasseis canoístas na Polónia a representar Portugal no mundial universitário

 

A época desportiva 21/22 da FADU terminará com a participação portuguesa no Campeonato Mundial Universitário de Canoagem, que decorre de 16 a 18 de setembro, em Bydgoszcz (Polónia). A competição conta com a participação de 16 estudantes-atletas lusos, a segunda maior comitiva de sempre da modalidade a participar numa competição da FISU, só superada pela participação em Montemor-o-Velho, no ano de 2016.

 

Da Associação Académica de Coimbra/ Universidade de Coimbra, sete estudantes-atletas estarão presentes na Polónia. No feminino, serão quatro as participantes. Beatriz Lamas, estudante de mestrado em Arquitetura na Faculdade de Ciências e Tecnologia, e que nas últimas duas épocas conquistou seis medalhas em Campeonatos Nacionais Universitários (CNU) de canoagem – ouro em C1 500m e C2 500m (duas vezes em cada prova), prata em C2 200 m e bronze em C1 200m, é uma das convocadas. Junta-se à lista Inês Costa, estudante de mestrado em Psicologia na Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação, que conquistou em abril deste ano duas medalhas de ouro (K2 500m e K2 200m) e uma de bronze em K1 200m. Na época 20/21 competiu pela Universidade do Porto, tendo alcançado o quarto lugar na prova de K1 200. Também da académica de Coimbra, Mafalda Germano, que está a frequentar a licenciatura em Farmácia Biomédica na Faculdade de Farmácia, e que soma duas medalhas de ouro (K2 500m e K1 500m) e duas de prata (K1 500m e k2 200m) em CNU, foi chamada a rumar à Polónia. No lote feminino consta ainda Maria Brandão, que está a frequentar a licenciatura em Gestão na Faculdade de Economia, e que na época 20/21 conquistou o ouro e o bronze nas provas de K2 500m e K2 200m.

 

No masculino, Diogo Evangelista, que compete pela AAC nas provas da FADU e que frequenta o mestrado em Treino Desportivo na Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física está convocado. Diogo conta no currículo com quatro títulos de vice-campeão nacional universitário de canoagem, em provas de C2 500m, C2 200m e C1 200m. Segue-se Iago Bebiano, aluno de Engenharia Informática na Faculdade de Ciências e Tecnologia, e que soma cinco medalhas em competições da FADU: duas medalhas de ouro (K2 500m e K2 200m), duas de prata (K1 200m e K2 500m) e uma de bronze (k1 200m). Ruben Boas, aluno de mestrado em Arquitetura na Faculdade de Ciências e Tecnologia, fecha o leque de atletas da Universidade de Coimbra. O estudante-atleta da AAC tem oito medalhas em CNU. Na época 2018/2019 foi vice-campeão em K1 e k2 500m, em 2020/2021 foi campeão em K1 500m e K2 200m e vice-campeão em k2 500m, esta época foi campeão em K2 500m e segundo classificado em K1 500m e K2 200m.

 

Do Instituto Politécnico de Coimbra (IPC), Sara Sotero e Inês Penetra. A primeira é aluna de mestrado em Sistemas de Informação de Gestão no Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra e desde a época 2017/2018 soma oito medalhas em competições universitárias. Além das duas medalhas de ouro conquistadas no CNU de canoagem em 17/18 (em K1 e K2 500m), fez parte da equipa da AAC que ganhou o troféu coletivo nos Jogos Europeus Universitários de 2018 – onde conquistou o bronze na prova K2 mix 200m. Ainda nesse ano fez parte da seleção universitária que participou no Campeonato Mundial Universitário. Na época seguinte, juntou ao seu medalheiro pessoal uma medalha de ouro (K2 500m), uma de prata (K1 200m) e outra de bronze (K2 200m). Esta época, já a representar o IPC, sagrou-se vice-campeã em K2 200m em Montemor-o-Velho. Inês Penetra, frequenta a licenciatura em Audiologia na Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra, e na época 20/21 conquistou o título de campeã nos C1 200m e de vice-campeã nos C1 500m. Já esta época, somou mais uma medalha de primeiro lugar (C1 200m) e outra de segundo lugar (C2 500m).

 

Ainda da cidade dos estudantes, mas da Escola Superior de Enfermagem de Coimbra, foi chamada Maria Regina Oliveira, que ganhou duas medalhas de ouro no CNU de canoagem nas duas últimas épocas, em K1 200m. Gustavo Gonçalves é outro dos canoístas que marcará presença em Bydgoszcz. Gustavo frequenta a licenciatura de Ciências do Desporto na Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico do Porto, e tem duas medalhas conquistadas em CNU já esta época, prata em K2 500m e bronze em K1 500m. Também de uma instituição de ensino superior da cidade invicta, mas desta feita da Universidade do Porto, estará Júlio Lopes. Estudante de mestrado em Visão por Computador na Faculdade de Engenharia, participou em duas edições de CNU, em 20/21 ganhou duas medalhas de bronze (C1 500m e C1 200m) e em 21/22 ganhou uma de prata nos C1 500m e outra de bronze nos C1 200m. Da Universidade Lusófona do Porto foi chamado Rafael Oliveira, que frequenta a licenciatura em Design de Comunicação.

 

Da Universidade da Madeira, está convocado António Ribeiro, que frequenta a licenciatura em Economia na Faculdade de Ciências Sociais. Da academia lisboeta, Pedro Casinha, que se está a licenciar em Engenharia Biomédica na Faculdade de Ciências e Tecnologia na Universidade Nova de Lisboa, sagrou-se campeão nacional universitário por duas vezes esta época, nas provas de K1 200m e K1 500m. A representar a academia minhota estará Ricardo Coelho, mestrando em Engenharia Eletrónica Industrial e Computadores na Universidade do Minho. Ricardo é o recordista em medalhas conquistadas em CNU no lote de convocados: foram 11 no total. As medalhas foram conquistadas entre as épocas 16/17 e 21/22, destacando-se as duas de ouro conseguidas em abril do ano passado, em C1 e C2 500m.

 

A convocatória pode ser consultada aqui

Portugal terminou em 14º lugar na prova de estafetas do triatlo

 

 

Chegou ao fim o Campeonato Mundial Universitário de Triatlo em Maceió, e Portugal alcançou o 14º posto na prova de estafetas, que contou com os quatro estudantes-atletas convocados para esta participação.

 

Na sexta-feira, dia das provas individuais, Gonçalo Oliveira – estudante-atleta que se está a licenciar em Desporto na Faculdade Motricidade Humana da Universidade de Lisboa - conseguiu o 19º lugar, o segundo melhor resultado de sempre de um português na competição individual de triatlo da FISU. Na mesma prova, Diogo Tomé terminou a sua prestação em 29º lugar. Na competição feminina, Joana Miranda ficou no 27º lugar e Beatriz Ferreira no 35º.

 

A comitiva portuguesa, que também integra estudantes-atletas que estão a participar na mesma cidade na competição de voleibol de praia, regressa a Portugal este domingo.

Duplas masculinas passaram nos testes da primeira eliminatória

 

As equipas masculinas de voleibol que jogam no Brasil por um lugar no pódio do Campeonato Mundial Universitário de voleibol de praia somam e seguem. As duas duplas passaram aos oitavos-de-final, e jogam esta quinta-feira (às 15 horas em Portugal) o acesso aos quartos-de-final. A dupla feminina Matilde Mouta e Inês Vasco perderam contra os Estados Unidos no primeiro jogo da fase a eliminar.

 

A dupla João Pedrosa e Hugo Campos venceu os canadianos Steven Abrams e Jonathan Pickett por 2-1 (19-21; 21-15; 16-14) e seguiram diretos para a próxima fase da competição. Esta quinta-feira defrontam William Rivera e Yireth Torres, equipa de Porto Rico, às 15 horas.

 

Guilherme Maia e Filipe Leite perderam frente à dupla alemã composta por Maximilian Just e Lui Wust por 2-0 (21-9 e 21-16) e tiveram de disputar mais um jogo para garantir o acesso à próxima fase. No segundo jogo do dia tiveram pela frente Alejandro Padilla e Criforth Lobo, da Costa Rica, que venceram por 2-0 (21-15 e 21-12). Defrontarão hoje os polacos Mateusz Florczyk e Mikolaj Miszczuk, às 15 horas (hora PT).

 

Matilde Mouta e Inês Vasco, que esta quarta-feira se iniciaram na fase a eliminar da competição, defrontaram a dupla Julia Scoles e Hailey Harward (Estados Unidos), tendo perdido por 2-0 (21-5 e 21-10). As duas seguem agora para a disputa dos 17º aos 24º lugares.

Canoístas portugueses voltaram a fazer a festa no segundo dia do mundial universitário

 

 

 Os estudantes-atletas portugueses estão em grande no Campeonato Mundial Universitário de Canoagem. Este sábado, segundo dia de competição, Portugal somou medalhas em mais três categorias: Pedro Casinha conquistou o ouro nos K1 200m, Mafalda Germano e Inês Costa alcançaram a medalha de prata nos K2 200m e Iago Bebiano e Rafael Oliveira foram medalha de bronze nos K2 200m.

 

António Ribeiro ficou em décimo lugar em K1 1000m e em K1 500m, Beatriz Lamas em quarto lugar na categoria de C1 500m, a dupla Ricardo Coelho e Diogo Evangelista ficou em oitavo lugar em C2 200m, Júlio Lopes no oitavo lugar em C1 200m e, durante a tarde, Inês Penetra e Beatriz Lamas alcançaram o quarto lugar em C2 500m.

 

Este domingo, último dia de provas, Portugal entra na água para disputar lugar em oito categorias. Gustavo Gonçalves e Pedro Casinha competem em K2 500m (8 horas PT), Mafalda Germano, Regina Oliveira, Inês Brandão e Inês Costa disputam a prova de K4 500m (10h40 PT), Júlio Lopes compete em C1 1000m às 10h50 (PT) e em C1 500m (13h10 PT) e Sara Sotero representará Portugal na prova de K1 500m (13 horas PT). Durante a tarde, Ricardo Coelho e Diogo Evangelista entram na prova de C2 1000m (14h30 PT), Sara Sotero e Inês Brandão entram na luta por medalha nos K2 500m (15h20 PT) e Iago Bebiano, Rúben Boas, Rafael Oliveira e Gustavo Gonçalves fecham a participação no mundial com a prova de K4 500m (15h50 PT).

Competição de canoagem arranca esta sexta-feira

 

Este fim de semana todas as atenções estão voltadas para o Campeonato Mundial Universitário de Canoagem, que decorre em Bydgoszcz (Polónia). Os estudantes-atletas portugueses testaram a pista nos últimos dias, entraram na parada da cerimónia de abertura e está tudo a postos para o início da competição.

 

O evento da Federação Internacional do Desporto Universitário (FISU), que conta com a organização local da Federação Polaca do Desporto Universitário (AZS), deu o arranque oficial esta quinta-feira, com a cerimónia de abertura que decorreu no Mill Island, zona histórica da cidade polaca que acolhe a competição.

 

Esta sexta-feira, dia de estreia a competir com as cores nacionais, estarão em prova Pedro Casinha (k1 200m, 08h35 PT), Inês Penetra (C1 200m, 14h30 PT), Regina Oliveira (K1 200m, 14h40 PT), Rúben Boas, Pedro Casinhas, Iago Bebiano e Gustavo Gonçalves (K4 200m, 14h50 PT), Sara Sotero, Inês Brandão, Mafalda Germano e Inês Costa (K4 200m, 16h PT) e Ricardo Coelho e Diogo Evangelista (C2 500m, 16h30 PT). Todas as competições terão transmissão na FISU TV e os resultados na hora podem ser consultados aqui.

 

Canadá, República Checa, Espanha, França, Reino Unido, Alemanha, Hungria, Japão, Cazaquistão, Lituânia, Moldávia, Macedónia, Países Baixos, Eslováquia, Polónia e Ucrânia são os países que estão em competição, além de Portugal, que terá em prova 16 estudantes-atletas, de várias instituições de ensino superior.

 

 

 

AAC/UCoimbra conquistou o bronze no europeu universitário de remo

Comitiva da AAC que esteve presente no europeu universitário de Remo, em Istambul

 

A Associação Académica de Coimbra (AAC)/Universidade de Coimbra conquistou a medalha de bronze no Campeonato Europeu Universitário de Remo, que decorreu até à última sexta-feira em Istambul (Turquia). O feito foi conquistado na categoria de M4x pelos estudantes-atletas Gonçalo Delgado, Eduardo Sousa, Simão Simões e Marcelo Simões, que terminaram a prova em 2:54.84, a 84 centésimos do primeiro lugar.

 

Da mesma academia, Inês Oliveira ficou em 5º lugar em LW1x, com o tempo de 4:04.67, e João Gomes, que competiu na prova masculina, apurou-se para a final C, onde acabou por não competir. 

 

Na cidade turca competiram também estudantes-atletas da Associação Académica da Universidade de Aveiro (AAUAv)/Universidade de Aveiro – André Ferreira e Francisco Silveira –, na categoria de LM2x, tendo terminado a competição no 7º lugar.

 

Comitiva da AAUAv que esteve presente no europeu universitário de Remo, em Istambul

 

Portugal é campeão mundial universitário de voleibol de praia

 

João Pedrosa e Hugo Campos foram os obreiros da consagração de Portugal como campeão mundial universitário de voleibol de praia. O feito, inédito na competição da FISU para estudantes-atletas portugueses, foi alcançado este sábado, na cidade brasileira de Maceió, onde a dupla lusa derrotou na final (2-1) a equipa da Suíça.

 

Os estudantes-atletas da Universidade do Porto (U.Porto) defrontaram na final a dupla suíça Zurcher/Jordan, tenho ganho com parciais de 21-17 16-21 e 15-13, e fizeram a festa do ouro nas areias da praia de Pajuçara.

 

A dupla Beatriz Pinheiro e Inês de Castro (estudantes-atletas da Universidade de Aveiro) terminou a competição em 25º lugar, Inês Vasco e Matilde Mouta (estudantes-atletas da U.Porto) ficaram em 23º lugar. Filipe Leite e Guilherme Maia (estudantes-atletas da U.Porto), terminaram a competição no 13º lugar.

 

 

Maceió: Portugal está nos quartos no voleibol e estreia-se no triatlo

 

A dupla João Pedrosa e Hugo Campos está nos quartos de final do Campeonato Mundial Universitário de Voleibol de Praia que decorre até este sábado, em Maceió. Estar entre as oito melhores equipas é já a melhor marca de uma dupla masculina a representar Portugal na modalidade – a melhor classificação até aqui foram nonos lugares em 2012 e 2014.

 

O jogo dos quartos, frente à dupla polaca Mateusz Florczyk e Mikolaj Miszczuk, está marcado para as 15 horas (em Portugal) e tem transmissão na FISU TV. Esta sexta-feira arranca o triatlo, onde as cores lusas estarão representadas por quatro estudantes-atletas.

 

Por outro lado, Guilherme Maia e Diogo Leite, que não jogaram o jogo dos oitavos de final devido a uma indisposição de Diogo Leite, jogam hoje às 13h20 (hora PT) os restantes lugares da classificação frente aos porto-riquenhos Rivera e Torres. No feminino, os jogos das duas duplas femininas estão marcados para as 15h50 (hora PT).

 

Também por Maceió arranca hoje o Campeonato Mundial Universitário de Triatlo. A prova feminina está marcada para as 11 horas e a masculina para as 13 horas (hora PT). A estafeta mista está marcada para sábado, às 13 horas.

Três duplas portuguesas na corrida aos oitavos no voleibol de praia

 

 

As quatro duplas portuguesas que disputam por estes dias o Campeonato Mundial Universitário de Voleibol de Praia, em Maceió (Brasil), estrearam-se em competição esta terça-feira. Três duplas seguem na corrida por um lugar na próxima fase, os oitavos-de-final. 

 

As primeiras a jogar nas areias da Praia da Pajuçara foram Inês Vasco e Matilde Mouta, estudantes-atletas da Universidade do Porto, tendo perdido por 2-0 (21-12 e 21-16) frente à dupla alemã Anna-Lena Grune e Chenoa Christ. Mais tarde, venceram por 2-0 (21-10 e 21-09) frente às croatas Inka Inkret e Sasa Leskovar, vitória que lhes permitiu passar à fase seguinte e continuar a lutar por um lugar nos oitavos-de-final. O próximo duelo – transmitido em direto na FISU TV - está marcado para as 15h30 (hora PT), frente à dupla americana Julia Scoles e Hailey Harward.

 

Foi precisamente frente à dupla dos Estados Unidos que Beatriz Pinheiro e Inês Castro, a outra dupla portuguesa em competição, perdeu por 2-0 (21-17 e 21-15) na estreia. No segundo jogo do dia, enfrentaram as australianas Kayla Mears e Jana Milutinovic e voltaram a perder por 2-0 (14-21 e 15 – 21). Sem acesso à fase seguinte, seguem agora para a disputa pelos restantes lugares da classificação.

 

A primeira dupla masculina foi a jogo quando passavam dez minutos das 17 horas em Portugal. João Pedrosa e Hugo Campos defrontaram Khaled Etaiwi e Almarhoon Ali, da Arábia Saudita, e venceram por 2-0 (21-12 e 21-11). Defrontam esta quarta (pelas 14h40, hora PT) a dupla do Canadá, Steven Abrams e Jonathan Pickett. O jogo, a contar para a fase de grupos, terá transmissão na FISU TV. Guilherme Maia e Filipe Leite jogaram contra a dupla chilena Alejandro Sandoval e Francisco Reyes e começaram com o pé direito, vencendo por 2-0 (21-8 e 21-14). Hoje têm pela frente os alemães Maximilian Just e Lui Wust, quando forem 15h30 (hora PT).

Apoios institucionais

                          

Patrocionador Principal

Jogos Santa Casa

Parceiros

CISION

Membro

EUSA
COP
CPP
CDP
CNJ
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
FADU

 

Aveiro

Avenida Santa Joana, nº 67 e 69

3810-329, Aveiro

tel: (+351) 234 421 125

 

Lisboa

Avenida Professor Egas Moniz

Estádio Universitário de Lisboa, Pavilhão nº1

1600-190, Lisboa

tel: (+351) 217 818 160

 

e.mail: fadu@fadu.pt

 

 

Newsletters

Social

ptenfr

FADU - Todos os Direitos Reservados © 2015
Desenvolvido por Drop Agency

Este website utiliza cookies que permitem melhorar a sua navegação. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. O que são Cookies?