22º CMU Andebol 2014: Portugal Campeão do Mundo!

Terminou a 22ª edição do Campeonato Mundial Universitário de Andebol 2014! Depois de uma semana de competição, que teve como palco a cidade de Guimarães, o evento desportivo internacional sagrou Campeões Portugal, no masculino, e Brasil, no feminino. O vice-campeonato foi para o Brasil e Rússia e as medalhas de bronze foram de Espanha e Coreia, no masculino e feminino, respetivamente.
À terceira foi de vez! Depois de ter estado presente em três finais, Portugal conseguiu subir ao lugar mais alto do pódio ao arrecadar o título de Campeão Mundial Universitário. Depois da Covilhã-Guarda em 2000, depois do Brasil em 2012, 2014 foi o ano de Portugal. A jogar em casa, os portugueses não falharam, e tornaram-se pela primeira vez na sua história, CAMPEÔES MUNDIAIS!



Para chegar ao título, os portugueses ultrapassaram o Egito (34-29) e a China Taipé (32-20) na fase de grupos, a Rússia (32-25) nos quartos-finais, a Espanha (27-33) na semifinal e o Brasil foi a última “barreira” mas a mais saboreada, pois no final desta lá estava o título de Campeão Mundial Universitário 2014.

Nesta grande final do andebol masculino, Portugal entrou a “matar”, com uma frente de ataque quase perfeita e um guarda-redes (Giga) que enchia a baliza. A Seleção Nacional Universitária conseguiu, desde logo, uma vantagem considerável no marcador, mas a meio da primeira parte os brasileiros conseguiram equilibrar e o intervalo chegou mesmo com o marcador a dar a vantagem a Portugal por apenas dois golos (14-12).



Na segunda parte, apesar dos portugueses terem entrado a pontuar, os brasileiros entraram com vontade de virar o resultado e aos 7’ minutos conseguiram o empate! As coisas estavam tremidas, mas a qualidade da seleção lusa voltou ao de cima e os portugueses tomaram novamente as “rédeas” do jogo e o placard voltou a subir do lado de Portugal. O jogo terminaria em grande euforia com uma vitória clara por 29-23.

Para o Selecionador Nacional, Gabriel Oliveira, jogar em casa foi importante para chegar ao objetivo final que era o título de campeão. “Disse logo no início aos meus atletas que na nossa casa quem manda somos nós”, referiu. Não conseguindo descrever o que sentia, o Selecionador apenas disse “é uma sensação maravilhosa”, dedicando a vitória a todos os que criaram as melhores condições para que a equipa conseguisse ser campeã do mundo.

Título feminino também falou português



Já na final feminina, a seleção do Brasil saiu triunfante deste mundial universitário com uma vitória por 17-24 diante da Rússia.

O Brasil começou a todo o gás e aos dez minutos já vencia por 0-6. Neste período, Flávia Silva defendeu tudo o que havia para defender. A guarda-redes brasileira só não impediu o primeiro golo russo aos 11 minutos. Foi então que a equipa europeia encetou a recuperação, chegando ao 4-6 a meio da primeira parte. No entanto, o Brasil conseguiu gerir a vantagem e ser mais eficaz, vencendo por 9-14 ao intervalo.

Na segunda parte, a equipa ‘canarinha’ entrou a marcar. Já sem grande força anímica, as russas nunca mais conseguiram reverter a situação perdendo a final por 17-24. A figura do jogo foi mesmo Flávia Silva, a guardiã brasileira fechou a baliza e abriu a porta ao título Brasileiro.

Envolvendo cerca de 700 pessoas, entre voluntários, organização e participantes vindos dos quatro cantos do mundo, o evento foi uma organização atribuída pela Federação Internacional do Desporto Universitário (FISU) à Federação Académica do Desporto Universitário (FADU) em parceria com a Universidade do Minho (UMinho) e com a Associação Académica da Universidade do Minho (AAUM). Depois da realização de 65 jogos (31 masculinos e 34 femininos), chegou ao fim mais uma edição do Campeonato e a respetiva classificação final.

Competição masculina: 1º Portugal; 2º Brasil; 3º Espanha; 4º Rússia; 5º Egito; 6º Roménia; 7º Republica Checa; 8º China Taipé; 9º Japão; 10º Turquia; 11º México.
Competição Feminina: 1º Brasil; 2ºRússia; 3º Coreia; 4º Roménia; 5º Espanha; 6º Japão; 7º República Checa; 8º México; 9º Polónia; 10º Portugal; 11º Uruguai.

Mundial Universitário encerra com passagem de testemunho à Espanha



Após o final da competição, decorreu pelas 20h30, no Pavilhão Multiusos, a Cerimónia de Encerramento deste mundial, que trouxe a Guimarães os melhores estudantes do mundo na modalidade.

A cerimónia, que iniciou logo após a final masculina, começou por eleger a equipa com mais visualizações de streaming, prémio que foi entregue ao Brasil.

O prémio Fair Play foi para as equipas da Rússia (feminino), e para o México (masculino).

O prémio de melhor guarda-redes foi para os dois brasileiros, Flávia Vidal e César Almeida.

O prémio de melhor marcadora foi para Jo Suyeon (Coreia), e o melhor marcador foi Vojtech Petrovsky (República Checa).

O prémio MVP foi também para a Coreana, Jo Suyeon e no masculino, o grande vencedor foi o Português, Pedro Marques.

Após a entrega dos prémios, a cerimónia culminou com o ritual protocolar da FISU, com a passagem da bandeira da FISU para o próximo Comité Organizador a receber este Campeonato Mundial Universitário, que terá lugar em Málaga, Espanha.
e-max.it: your social media marketing partner

Apoios institucionais

                          

Patrocionador Principal

Jogos Santa Casa

Parceiros

CISION

Membro

EUSA
COP
CPP
CDP
CNJ
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
FADU

 

Aveiro

Avenida Santa Joana, nº 67 e 69

3810-329, Aveiro

tel: (+351) 234 421 125

 

Lisboa

Avenida Professor Egas Moniz

Estádio Universitário de Lisboa, Pavilhão nº1

1600-190, Lisboa

tel: (+351) 217 818 160

 

e.mail: fadu@fadu.pt

 

 

Newsletters

Social

ptenfr

FADU - Todos os Direitos Reservados © 2015
Desenvolvido por Drop Agency

Este website utiliza cookies que permitem melhorar a sua navegação. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. O que são Cookies?