Bruno Barracosa eleito membro do Comité Executivo da EUSA e nomeado vice-presidente

Bruno Barracosa, presidente da Federação Académica do Desporto Universitário (FADU) entre 2010 e 2013, foi nomeado um dos três vice-presidentes da Associação Europeia do Desporto Universitário (EUSA), ascendendo ao mais alto cargo diretivo ocupado por um português naquela organização. A nomeação seguiu-se à eleição como membro do Comité Executivo para o mandato 2021-2025, que decorreu este fim de semana na Assembleia Geral da EUSA, onde reuniu 42 dos 43 votos possíveis.

 

 

Barracosa, que começou o seu percurso como dirigente na Associação de Estudantes do Instituto Superior Técnico, tendo depois ocupado o cargo de tesoureiro na Associação Desportiva do Ensino Superior de Lisboa e mais tarde sido eleito presidente da FADU, reconhece a importância de todo este percurso. ‘Se todas estas experiências não tivessem sido boas e enriquecedoras, não teria continuado’, disse, reconhecendo que a FADU - eleita cinco vezes a federação mais ativa da europa nos últimos anos -, teve um papel muito importante. ‘Além do mérito pessoal, o facto de ser português ajudou muito nesta nomeação, porque a FADU tem um papel fundamental na organização. Sistematicamente participa em tudo o que é eventos internacionais, organiza eventos desportivos e não desportivos de qualidade, assembleias, galas, reuniões do comité executivo e das comissões… somos um país importante para a organização. Acaba por ser um reconhecimento implícito à FADU o facto de Portugal ter uma das vice-presidências da EUSA’.

 

O presidente da FADU, André Reis, garante que Portugal tem agora um digno representante na vice-presidência. ‘Estamos muito contentes com a eleição do Bruno para o próximo mandato do Comité Executivo da EUSA, tendo sido o candidato mais votado nestas eleições, e com a sua nomeação como um dos três vice-presidentes. Este resultado evidencia o excelente trabalho realizado pelo Bruno até aqui, e a importância de Portugal no contexto do desporto universitário europeu. Portugal continuará muito bem representado.’

 

O presidente da FADU, André Reis (esq.), Bruno Barracosa (centro) e o secretário-geral da FADU, Manuel Veloso (dir.)

 

Na assembleia, realizada este ano em Budapeste, depois da última edição ter decorrido em Aveiro (2019), foram eleitos como presidente e primeiro vice-presidente, respetivamente, Adam Roczek (Polónia) e Haris Pavletić (Croácia), tendo sido nomeados em seguida três vice-presidentes: Ivana Ertlova (República Checa), Bruno Barracosa (Portugal) e Joerg Foerster (Alemanha). Cada um dos vice-presidentes tem uma missão específica e a de Bruno Barracosa estará relacionada com as áreas de responsabilidade social. ‘Fiquei com a pasta relacionada com as questões da sustentabilidade ambiental, resiliência, igualdade de oportunidades, luta contra a discriminação de géneros e sexual, e antidopagem. Temos muitos projetos com a União Europeia e eu vou ficar com essa parte’, descreveu, referindo que a paragem a que a pandemia obrigou permitiu também que a organização europeia se pudesse dedicar mais às questões sociais. Nos últimos dois anos foi chair da Comissão para a Igualdade de Oportunidades e participou na redação da proposta de alteração de estatutos que permitiu estabelecer para estas últimas eleições [do Comité Executivo da EUSA] uma quota mínima para o género minoritário. ‘No desporto este é um tema ainda muito mal trabalhado por algumas organizações e por isso a nossa abordagem a este tema está a ser progressiva. Começamos com 20 por cento e nos próximos 12 anos (três mandatos) está previsto o aumento gradual até chegar aos 40 por cento’, explicou, dando como exemplo de uma das suas áreas de atuação.

 

A nomeação foi recebida com alguma surpresa, embora o caminho trilhado tenha, a esta distância, tornado o processo natural. ‘Tive algumas pistas de que poderia vir a acontecer, mas não fazia sentido falar nisso porque não tinha havido a eleição para o comité e seria sempre prematuro. Olhando para trás percebo a nomeação, no sentido em que eu já era a pessoa que mais trabalhava estas questões. Ao mesmo tempo não era garantido porque ser nomeado vice-presidente no segundo mandato não deixa de ser uma coisa atípica’, disse, ele que passou também pela presidência da Comissão de Estudantes.

 

Aos 38 anos, Bruno Barracosa é o vice-presidente mais novo da EUSA e o primeiro português a ocupar o cargo. Em paralelo com o percurso nas estruturas nacionais e europeias ligadas ao desporto universitário, formou-se em Engenharia e Gestão Industrial no Instituto Superior Técnico de Lisboa, fez o mestrado em Gestão de Energia na École Polytechnique, e frequenta agora o doutoramento em Matemática Aplicada na Centrale Supélec, em França. ‘Quem corre por gosto não cansa’ concluiu.

e-max.it: your social media marketing partner
 

Apoios Institucionais

Governo Português
IPDJ

Patrocionador Principal

Jogos Santa Casa

Parceiros

COSMOS
CISION

Membro

FISU
EUSA
COP
CPP
CDP
CNJ
FADU

Avenida Professor Egas Moniz
Estádio Universitário de Lisboa, Pavilhão nº1
1600-190 - Lisboa

e: fadu@fadu.pt
t: (+351) 21 781 81 60
f: (+351) 21 781 81 61

Newsletters

Social

ptenfr

FADU - Todos os Direitos Reservados © 2015
Desenvolvido por Drop Agency

Este website utiliza cookies que permitem melhorar a sua navegação. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. O que são Cookies?