COP: Congresso Nacional Olímpico 2014



A Maia, Cidade Europeia do Desporto 2014, recebeu, nos dias 3 e 4, o Congresso Nacional Olímpico, organizado pelo Comité Olímpico de Portugal (COP). O evento, que decorreu no Parque de Ciência e Tecnologia da Maia (TECMAIA), teve como tema “Pensar o olimpismo – Um testemunho para o futuro”. Entre os vários palestrantes de renome na área do Desporto e do Olimpismo, destaca-se a presença de Manuel Veloso, Secretário-Geral da FADU.

Na intervenção da sessão de abertura, o Secretário de Estado do Desporto, Emídio Guerreiro, recordou as eleições para o COP. "Era evidente que estávamos perante candidatos com vontade de mudar o paradigma e com esta reflexão ganhamos todos. Já nesse período era claro que os temas de debate seriam forçosamente diferentes no futuro."

A continuação dos Jogos da Lusofonia e a melhoria das condições do estatuto do estudante-atleta foram os principais temas defendidos pelos agentes ligados ao desporto e ao olimpismo.

Luís Gomes da Costa, Presidente da Academia Olímpica de Portugal, considera ser necessário repensar, redimensionar os Jogos da Lusofonia, sem colocar em causa a sua existência.

Já Jorge Olímpio Bento, Diretor da Faculdade de Desporto da Universidade do Porto, "gostaria muito que os países lusófonos aproveitassem os jogos [Rio 2016] para estabelecerem qualquer evento, organização, que marcasse a sua presença" lá.

Mário Almeida, Vice-presidente do Comité Olímpico Angolano, realçou que que todos têm de "fazer esforço muito grande para manter os Jogos da Lusofonia" e sugeriu que os Jogos da CPLP pudessem ser jogos escolares.
Posteriormente, Manuel Veloso referiu que "têm havido conversas com estruturas a nível universitário para que possa ser inserida uma dimensão escolar" nos Jogos da CPLP.



O representante da FADU no Congresso destacou a componente cultural, social e educativa do desporto, e relembrou o trabalho que tem vindo a ser feito “para a dignificação do estatuto de estudante-atleta”.

Manuel Veloso acrescentou que seria "importante levar a cabo um estudo que procurasse identificar causas nesta matéria", sobretudo no que diz respeito ao absentismo/abandono escolar ou ao abandono do desporto para continuar os estudos.

“É fundamental ter maior integração, acompanhamento na universidade, não só ao nível do praticante como dos dirigentes e dos treinadores", sublinhou ainda o Secretário-Geral da FADU.

Questões como o financiamento do desporto, a carga legislativa, a alteração à lei do mecenato desportivo e os patrocínios foram igualmente abordadas durante o Congresso. Os responsáveis de federações desportivas pediram também uma maior atenção e aposta no desporto e escolar e na educação física, assim como, a adaptação de horários para os estudantes-atletas de alta competição.

No segundo dia, a gestão dos programas olímpicos e a sustentabilidade financeira do alto rendimento e da preparação olímpica em Portugal foram os tópicos discutidos pelos palestrantes.
e-max.it: your social media marketing partner

Apoios institucionais

                          

Patrocionador Principal

Jogos Santa Casa

Parceiros

CISION

Membro

EUSA
COP
CPP
CDP
CNJ
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
FADU

 

Aveiro

Avenida Santa Joana, nº 67 e 69

3810-329, Aveiro

tel: (+351) 234 421 125

 

Lisboa

Avenida Professor Egas Moniz

Estádio Universitário de Lisboa, Pavilhão nº1

1600-190, Lisboa

tel: (+351) 217 818 160

 

e.mail: fadu@fadu.pt

 

 

Newsletters

Social

ptenfr

FADU - Todos os Direitos Reservados © 2015
Desenvolvido por Drop Agency

Este website utiliza cookies que permitem melhorar a sua navegação. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. O que são Cookies?