II TA Futsal Feminino: AAC e AAUBI na frente

Mais uma prova decorrida em Aveiro, desta vez, o II Torneio de Apuramento de Futsal Feminino (zona NCS). Nos dias 9 e 10 de Março, a AAUBI terminando em primeiro, ganhou assim a entrada directa para a fase final a disputar em Matosinhos. A Académica de Coimbra, embora perdendo na final, manteve o 1º lugar do ranking.



Já o IPLeiria terminou o TA em 3º vencendo a AAUAv (4ª), classificaram-se por esta ordem no ranking. Assim continuam na corrida e vão a Lisboa disputar a Fase de Repescagem, onde encontrarão os 2ºs e 3ºs classificados do Campeonato Universitário de Lisboa e do Campeonato Académico do Porto, nos dias 25 e 26 de Março.

De fora da competição, ficam as equipas da AAUM e AAUTAD, AEISCS-N e AAUAlg, que apenas participaram no II TA e o IPBragança, que só competiu no I TA.

AEISCS-N caloira na competição

Catarina Pinheiro, jogadora da AEISCS-N, equipa estreante no Futsal Universitário, pratica a modalidade há 8 anos e é actualmente federada no Maria da Fonte em Braga.





Apesar da equipa da AEISCS-N não ir mais longe, adianta que “o objectivo sempre foi só a participação” e ver como a prova era, de forma a preparar a equipa para o próximo ano. “Participar é muito bom, dá visibilidade tanto à Faculdade como às atletas”, afirma.

Considera que a qualidade das equipas é alta, a maior parte tem jogadoras federadas, que jogam muito bem. Sem grandes expectativas para este torneio, refere: “era a primeira vez que participámos e as jogadoras, maior parte delas, são amadoras”.

Para a jogadora, justifica-se este tipo de eventos, “o desporto é o mais importante”. Comenta também que a prova estava bem organizada e o ambiente é muito bom.

A presença do Seleccionador Nacional da equipa de Futsal Feminina, Orlando Duarte, é sempre uma motivação extra pois “é um patamar que as atletas tentam alcançar”, comenta Catarina.





Muito perto do objectivo


AAUBI, Vice-campeã Nacional Universitária, tenta este ano conquistar o primeiro lugar no pódio. “Sermos campeãs nacionais é o objectivo”, afirma Rita Fonseca. Jogadora há 2 anos pela universidade, é também federada na distrital de Castelo Branco.

Para a jogadora, estar cada vez mais perto do objectivo, é uma forma de se empenhar e trabalhar mais para vencer. Passaram a treinar mais vezes juntas, coisa que não aconteceu antes do I TA. “Agora já nos organizamos melhor e acho que é graças a isso que estamos a ter melhores resultados neste II TA”, afirma.

Margarida Mourão, colega de equipa, refere que inicialmente não começaram muito bem, principalmente no jogo contra a AAUAv. Contudo, ao longo do torneio, as coisas correram melhor, já que “vamos conhecendo o jogo de cada uma”.

O facto de terem no público o seleccionador nacional, não as deixou intimidadas. “O que interessa é sermos campeãs, o resto vem por acréscimo”, diz Margarida.

e-max.it: your social media marketing partner
 

Apoios Institucionais

Governo Português
IPDJ

Patrocionador Principal

Jogos Santa Casa

Parceiros

COSMOS
CISION

Membro

FISU
EUSA
COP
CPP
CDP
CNJ
FADU

Avenida Professor Egas Moniz
Estádio Universitário de Lisboa, Pavilhão nº1
1600-190 - Lisboa

e: fadu@fadu.pt
t: (+351) 21 781 81 60
f: (+351) 21 781 81 61

Newsletters

Social

ptenfr

FADU - Todos os Direitos Reservados © 2015
Desenvolvido por Drop Agency

Este website utiliza cookies que permitem melhorar a sua navegação. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. O que são Cookies?