II TA Andebol: e os apurados são...

Foi na Covilhã que as equipas de Andebol Feminino e Masculino competiram em mais um Torneio de Apuramento Zona NCS do Campeonato Nacional Universitário, nos dias 25 e 26 Fevereiro.



Na prova que deu a oportunidade às equipas de agarrarem o passe directo para as Fases Finais, não houve grandes diferenças a assinalar em relação ao I TA, numa modalidade que tem os seus favoritos bem definidos.


UPorto e AAC na frente

A competição feminina, foi marcada pela presença forte da Universidade do Porto, que mais uma vez ficou em 1ºlugar na tabela de classificação. A final disputada com a Académica de Coimbra deu a vitória de 16-12 à U.Porto.
Na conquista pelo 3º lugar, o Politécnico de Leiria ganhou ao Politécnico do Porto, por 16-19. Contas feitas, seguem em frente na competição, todas as equipas – U.Porto, AAC, IPLeiria, AAUM, IPP, AEFMH e AAUTAD, excepto AEISMAI.

O IPP como equipa da casa nas Fases Finais, garante a presença directa na competição no Grande Porto. Apesar do apuramento directo, Alexandre Teixeira, dirigente da equipa feminina do IPP, comenta que o objectivo das suas jogadoras é participar e tentar fazer o melhor possível. “Só nestes torneios é que a maioria das atletas pode interagir e conhecerem-se melhor a nível de jogo, pois jogam em clubes separados”, afirma o dirigente.

Assíduo nos Campeonatos Nacionais Universitários, Alexandre refere que as equipas estão muito reforçadas, “a AAC e o IPLeiria, já conseguem atingir um bom nível”.

AAUM não deixa dúvidas

No masculino, a equipa da AAUM, dirigida por Gabriel Oliveira e Campeã Nacional Universitária na época transacta, não deixou dúvidas. No marcador, ganhou 11-17 contra a AAC. Ambas seguem directamente para as Fases Finais.
Num jogo renhido, os Algarvios venceram 16-14 contra o Politécnico de Viseu, ficando, respectivamente, em 3º e 4º lugar da tabela de classificação. Sendo que, a AAUAlg segue para a Fase de Repescagem, bem como a AAUTAD.



Caloiro nestas “andanças”

Hugo Lourenço, jogador da AAC, caloiro na competição nacional universitária, ficou bastante motivado pelo ambiente que se vive na prova. “É sempre divertido jogar e estar com o pessoal, fazemos amizades, convivemos”, afirma o jogador.
Em termos de adversários, comenta “estamos todos ao mesmo nível, mas a mais difícil é a AAUM que tem muitos jogadores da selecção nacional”. Contudo, este facto não desfaz o objectivo estabelecido desde o início: chegar a fase final por apuramento directo.

Objectivo conseguido, o que esperar das Fases Finais? “Se jogarmos bem, se tivermos a um bom nível, temos grandes hipóteses de ser campeões nacionais universitários… é para apostar!”, afirma convicto.

Artes Marciais e Bodyboard são modalidades que também pratica, mas só compete no Andebol. Hugo Lourenço, diz também, que é muito interessante jogar no CNU porque as universidades juntam atletas de várias equipas e clubes, o que mostra outros tipos de andebol, “É melhor do que só jogar nos juniores ou só jogar numa equipa num certo campeonato nacional ou divisão”.
e-max.it: your social media marketing partner
 

Apoios Institucionais

Governo Português
IPDJ

Patrocionador Principal

Jogos Santa Casa

Parceiros

COSMOS
CISION

Membro

FISU
EUSA
COP
CPP
CDP
CNJ
FADU

Avenida Professor Egas Moniz
Estádio Universitário de Lisboa, Pavilhão nº1
1600-190 - Lisboa

e: fadu@fadu.pt
t: (+351) 21 781 81 60
f: (+351) 21 781 81 61

Newsletters

Social

ptenfr

FADU - Todos os Direitos Reservados © 2015
Desenvolvido por Drop Agency

Este website utiliza cookies que permitem melhorar a sua navegação. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. O que são Cookies?