Universíadas Gwangju 2015: Portugal está pela primeira vez numa final coletiva em Universíadas


A final era garantida, mas Portugal recusou-se a não vencer o último jogo da fase de grupos, frente ao Brasil. A luta pelo 1º lugar está agendada para amanhã, dia 13, com a Sérvia. No Atletismo, menos de um segundo separou Miguel Moreira do pódio dos 800m, prova que terminou em 4º lugar.

“Fiquei mesmo perto e superei as expectativas iniciais. Isso deixa-me feliz e motivado para alcançar cada vez mais e melhor”, partilha Miguel Moreira após conquistar o 4º lugar da prova.

O estudante-atleta conquistou passo a passo a sua presença na final e ambicionava mais. “À medida que ia passando pelas eliminatórias, ia-me sentindo cada vez mais forte e motivado. Na final sabia que tudo podia acontecer e, como qualquer atleta, ambicionava o pódio”, acrescenta.

Miguel Moreira terminou em 4º lugar com o tempo 1:50.26, atrás do sul africano Van Rensburg que obteve 1:49.30. Em 2º lugar ficou o marroquino El Guesse (1:49.29) e o ouro foi para o norte-americano Shaquille Walker.

Bruno Costa, na prova de Salto em Comprimento, terminou em 11º lugar. Com a marca 7.53 não conseguiu chegar ao pódio. A prova foi ganha pelo russo Pavel Shalin com a marca 8.29.

“Em relação à qualificação, no dia 11, foi uma prova bastante fácil, até mais do que estava a espera, e qualifiquei-me com a 6ª melhor marca de todas logo com o primeiro salto, o que me fez ficar motivado e confiante para a final. Na final, tinha tudo para poder fazer um bom concurso, apenas consegui fazer primeiro salto válido com a marca de 7.53 o que me deixou bastante triste”, conta Bruno Costa.




O 11º lugar não desmotivou o estudante-atleta que, a caminho de Portugal, confia que vai continuar a trabalhar por um novo apuramento para esta competição. “Vou a caminho de Portugal com um sentimento de felicidade por ter conseguido um acesso fácil e seguro a final, mas por outro lado triste porque sei perfeitamente que estava ao meu alcance uma melhor classificação. Mas o sonho não acaba aqui, agora resta-me trabalhar mais e melhor para que daqui a dois anos consiga novamente ser selecionado e representar ainda melhor a FADU”, exalta.

O atleta acrescentou ainda a sua opinião sobre as Universíadas de Verão. “Em relação à competição em geral, penso que é uma oportunidade única na nossa vida tanto a nível desportivo como a nível académico. Adorei a forma como a comitiva portuguesa me integrou. Penso que, independente da modalidade, todos nós tínhamos um ótimo relacionamento. Adorei o apoio que senti por todos antes e depois da competição”, conclui.

Portugal volta às finais amanhã, desta vez com a Seleção Nacional Universitária de Andebol. Após uma vitória por 34-28 ao Brasil, Portugal confirmou o 1º lugar na fase de grupos – com apenas vitórias – e mostrou à seleção da Sérvia não ambicionar nada mais do que mais uma vitória e o ouro final.

A equipa sérvia terminou em 1º lugar do grupo A, com apenas uma derrota. Esta é a primeira final da missão portuguesa numa Universíada de Verão e a primeira medalha. O jogo com a sérvia decorre amanhã, dia 13, às 20 horas.

Ana Coelho (-53kg) e Mário Silva (-63kg) entraram hoje em competição no Taekwondo e ambos terminaram a prova em 17º lugar, logo após o primeiro combate de cada. A coincidência continua quando ambos perderam frente ao atleta que acabou por conquistar o 2º lugar e a medalha de prata nas respetivas categorias.

Ana Coelho afirma que “foi um combate difícil contra uma adversário muito forte que acabou por ficar em segundo lugar na prova”. “Consegui cumprir com algumas coisas que tinha definido antes do combate e acima de tudo dei o meu melhor”, acrescenta.



“A prova estava bastante difícil. Tinha atletas de grande nível, incluindo o campeão do mundo, (vencedor da prova), e um bronze mundial, que foi o atleta com o qual me defrontei. Foi um combate muito tático muito difícil para ambos e ele teve a vantagem no último round marcando os dois pontos de diferença. Sinto me triste como é óbvio por não ter chegado mais longe. Fisicamente senti-me bem”, explica Mário Silva.

Mas a competição não termina aqui, amanhã, os portugueses participam nas provas de equipas. Na equipa masculina teremos Júlio Ferreira, Mário Silva, Jean-Michel Fernandes e Nuno Costa, e na feminina contaremos com Beatriz Fernandes, Ana Coelho e Joana Cunha.

“Amanhã é um novo dia e temos a competição de equipas que vai ser igualmente difícil e dura. Estamos todos muito entusiasmados e motivados para fazer uma boa prestação”, conclui Mário.

Amanhã é também o último dia de competição da 28ª edição da Universíada de Verão que decorre em Gwangju, na Coreia do Sul. Para dia 14 espera-se apenas a cerimónia de encerramento.

Nota: as horas anunciadas são horas locais. Em Gwangju são mais oito horas do que em Lisboa.
e-max.it: your social media marketing partner
 

Apoios Institucionais

Governo Português
IPDJ

Patrocionador Principal

Jogos Santa Casa

Parceiros

COSMOS
CISION

Membro

FISU
EUSA
COP
CPP
CDP
CNJ
FADU

Avenida Professor Egas Moniz
Estádio Universitário de Lisboa, Pavilhão nº1
1600-190 - Lisboa

e: fadu@fadu.pt
t: (+351) 21 781 81 60
f: (+351) 21 781 81 61

Newsletters

Social

ptenfr

FADU - Todos os Direitos Reservados © 2015
Desenvolvido por Drop Agency

Este website utiliza cookies que permitem melhorar a sua navegação. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. O que são Cookies?